Funed aumenta de 200 para 700 média de exames laboratoriais para COVID-19

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A Fundação Ezequiel Dias (Funed), laboratório público referência em Minas Gerais para realização de análises laboratoriais da Covid-19, colocou em dia as análises pendentes na segunda-feira (13). Ao todo, 95% das amostras já tiveram o resultado concluído. A partir de agora, os materiais que derem entrada na instituição terão os resultados liberados em até três dias e os casos prioritários serão entregues em dois dias.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), são considerados prioritários para a realização das análises os casos graves em unidades e centros de terapias intensivas, amostras de profissionais de Saúde, da população privada de liberdade, além dos óbitos em investigação.

Para conseguir atender a demanda reprimida, a Funed ampliou a média diária de 200 exames laboratoriais para o diagnóstico da Covid-19 para 700. A fila de exames pendentes foi reduzida com aumento da produtividade interna; remanejamento de recursos humanos, equipamentos e infraestrutura; habilitação de novos laboratórios parceiros e implantação do novo protocolo do Ministério da Saúde para a realização do diagnóstico da doença.

As mudanças começaram em março, assim que a instituição realizou os primeiros exames em Minas Gerais, e passaram a surtir efeitos em abril, como explica a diretora do Laboratório Central de Saúde Pública de Minas Gerais (Lacen-MG) da Funed, Marluce Oliveira. “Em uma pandemia, uma reestruturação não gera resultados imediatos. Nas últimas duas semanas, conseguimos mais que triplicar a nossa produtividade. Durante todo o feriado, os servidores envolvidos diretamente nas análises trabalharam em regime de plantão para realização dos exames colocando a rotina em dia”, afirma.

Ainda segundo a diretora do Lacen-MG, a Funed está coordenando a realização dos exames nos laboratórios habilitados como parceiros. “Além da Funed, a UFMG também analisou neste feriado cerca de 500 amostras e a Fundação Hemominas fez outros 700 exames”, conta. A Funed habilitou ainda o Laboratório Federal de Defesa Agrícola do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Fiocruz Minas Gerais, além de outras 15 instituições colaboradoras, entre públicas e privadas, para onde foram descentralizadas as análises.

Marluce Oliveira estima que a Funed tem capacidade de chegar a uma média de mil exames por dia. Para ela, com a organização de toda a rede, Minas Gerais estará bem mais preparada para atender ao diagnóstico laboratorial que demanda uma pandemia como a de Covid-19, realizando até 2 mil exames diariamente. “A Funed e a SES-MG se mantêm na condução da composição da rede de laboratórios. O objetivo é liberar todos os resultados no prazo de 48 horas para o atendimento dos pacientes do SUS em Minas Gerais”, finaliza.

Até terça-feira (14), 9.259 amostras haviam dado entrada na Funed. Dessas, 8.945 resultados foram liberados. Com Agência Minas

PUBLICIDADE
Don`t copy text!