Brasil é superado pelo Canadá na Liga das Nações

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Foto: Divulgação/FIVB

Na primeira partida da quarta semana da Liga das Nações, a seleção brasileira masculina de vôlei acabou superada pelo Canadá neste que foi apenas o segundo resultado negativo da equipe na competição. Nesta sexta-feira (15.06), em Varna, na Bulgária, o time verde e amarelo não resistiu a força dos canadenses e foi superado por 3 sets a 0, com parciais de 22/25, 32/34 e 22/25.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Mesmo com o resultado, o oposto Wallace foi o maior pontuador do confronto, com 19 acertos, sendo 16 de ataque, dois de bloqueio e um de saque. O central Lucão ainda marcou 12 vezes e o ponteiro Maurício Borges, 10.

Em uma competição onde acontecem três jogos a cada fim de semana, o oposto da seleção brasileira chamou atenção para o fato de não haver tempo para sofrer com a derrota.

“Perder sempre é ruim. Sabíamos da força do Canadá, que eles vêm bem no campeonato e nos preparamos para enfrentá-los, mas esporte é assim. Tentamos, mas hoje não foi suficiente. Não podemos deixar que isso nos abale, pois estamos em uma competição que não dá tempo para lamentações. Amanhã temos outro jogo duríssimo e vamos com tudo para vencer”, afirmou Wallace.

O confronto deste sábado (16.06) será contra a França, campeã, em 2017, da última edição da Liga Mundial, competição que foi substituída pela Liga das Nações. Na ocasião, os franceses venceram o Brasil por 3 sets a 2. O jogo deste fim de semana será às 9h30.

O Brasil tem oito vitórias na Liga das Nações: Sérvia, Alemanha, Coreia do Sul, Japão, Estados Unidos, Rússia, Irã e China. E agora passa a ter dois resultados negativos, para a Itália, por 3 sets a 2 e para o Canadá, por 3 a 0.

O último compromisso da seleção brasileira nesta quarta etapa da Liga das Nações será no domingo (17.06), às 12h30, contra a Bulgária.

O JOGO

Depois de uma boa muito disputada, Isac marcou o primeiro ponto do Brasil no bloqueio. No erro do Brasil, o Canadá virou o jogo para 3/2. Lucão fez 4/3. O começo do set seguiu disputado ponto a ponto, com o empate em 6/6 e, depois, em 8/8. Com Hoag explorando o bloqueio, os canadenses assumiram o comando do set: 10/9. A seleção brasileira retomou o comando do placar em 14/13. O set voltou a ficar empatado em 16/16. Com ponto de bloqueio, o Canadá fez 18/17. E também neste fundamento Wallace marcou 19/18. Os canadenses abriram dois de vantagem em 21/19 e Renan pediu tempo. Na volta, Hoag conseguiu um ace (22/19). O Brasil encostou em 21/22 e foi a vez do técnico do Canadá parar o jogo. Wallace pontuou no saque e o placar ficou igual em 22 pontos. Com Van Berkel bem no saque, o Canadá fechou em 25/22.

Maurício Borges abriu o segundo set. A seleção brasileira começou melhor e abriu 3/1. Wallace marcou 5/2. Com dois bloqueios seguidos, de Isac e Douglas, o placar foi a 8/3. Com Lucão, o Brasil chegou ao dobro de pontos: 10/5. A vantagem brasileira de manteve em cinco pontos em 14/9. Os canadenses reagiram, fizeram 11/14 e Renan pediu tempo. O Brasil aumentou a vantagem em um ponto em 17/13. O adversário reagiu e, bem no saque, encostou no marcador: 16/17. Wallace colocou dois de vantagem em 19/17 e o Canadá empatou em 20/20. Lucão fez 23/22. O Brasil teve o ponto do set em 24/23. Maurício Borges fez 25/24. O ponto do set inverteu em 26/25 para os canadenses. O jogo esteve igual em 28/28. Wallace fez 30/30. No final, o Canadá fechou em 34/32.

O terceiro set também começou com equilíbrio. Maurício Borges fez 4/3. Depois de uma bola bastante disputada, o Canadá empatou em 6/6. No ace de Isac, 8/6. Ainda com o central no saque, a seleção brasileira abriu boa vantagem (10/6) e o adversário pediu tempo. Os canadenses passaram a pontuar mais e, contando com erros do Brasil, encostaram em 10/11. A equipe verde e amarela voltou a ter boa vantagem em 13/10. O Canadá empatou (14/14). Com Isac, a seleção brasileira fez 16/14. O set esteve igual em 18/18. No bloqueio, Lucão fez 21/20. Mas, o Canadá esteve superior e fechou o set em 25/23.

EQUIPES

BRASIL – Bruno, Wallace, Isac, Lucão, Maurício Borges e Douglas. Líbero – Thales
Entraram – Alan, William, Otávio, Murilo, Leonardo
Técnico: Renan

CANADÁ – Sanders, Schmitt, N. Hoag, Vigrass, Van Berkel e Maar. Líbero – Blair Cameron Bann
Entraram – Szwarc, Gunter, Derocco e Blankenau
Técnico: Stephane Antiga

LIGA DAS NAÇÕES MASCULINA

1ª semana:

Kraljevo (Sérvia)
25.05 – Brasil 3 x 0 Sérvia (25/22, 25/22 e 26/24)
26.05 – Brasil 2 x 3 Itália (25/18, 19/25, 21/25, 26/24 e 8/15)
27.05 – Brasil 3 x 0 Alemanha (26/24, 25/23 e 26/24)

2ª semana:

Goiânia (Brasil)
01.06 – Brasil 3 x 0 Coreia do Sul (25/21, 25/19 e 25/19)
02.06 – Brasil 3 x 0 Japão (26/24, 25/19 e 25/20)
03.06 – Brasil x Estados Unidos – 12h40

3ª semana:

Ufa (Rússia)
08.06 – Brasil 3 x 1 Rússia (25/21, 25/20, 25/27 e 25/18)
09.06 – Brasil 3 x 2 Irã (25/17, 23/25, 25/19, 21/25 e 15/13)
10.06 – Brasil 3 x 0 China (25/20, 25/19 e 27/25)

4ª semana:

Varna (Bulgária)
15.06 – Brasil 0 x 3 Canadá (22/25, 32/34 e 22/25)
16.06 – Brasil x França – 9h30
17.06 – Brasil x Bulgária – 12h30
Com site da CBV

PUBLICIDADE
Don`t copy text!