Motociclistas protestam contra falta de gasolina na Venezuela

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Milhares de motociclistas venezuelanos protestaram pela falta de gasolina, ontem (14), uma situação cada vez mais frequente no interior do país e, nas últimas semanas, também na capital.

O protesto ocorreu em Valência, a cerca de 170 quilômetros a oeste de Caracas. Os motociclistas bloquearem a circulação de veículos, entre eles um caminhão que transportava alimentos.

Testemunhas contaram que muitos motociclistas não usavam máscaras de proteção, exigida pelas autoridades venezuelanas no âmbito das medidas de prevenção da covid-19, em vigor desde 13 de março no país.

Nas redes sociais, internautas exigiram mais atenção das autoridades à falta de combustível no país queixaram-se de que os postos atendem apenas a uma quantidade reduzida de motociclistas por dia, vendendo apenas quatro litros por pessoa.

Na Venezuela são cada vez mais frequentes as queixas da população sobre a falta de combustível.

Em algumas regiões, as pessoas passam entre dez e 14 horas em filas nos postos que têm combustível, muitas vezes sem conseguir abastecer.

Os agricultores de várias regiões do país também se queixam de que estão perdendo as colheitas por não conseguir combustível para distribuir legumes e frutas nas grandes cidades. Com Agência Brasil/RTP de Portugal

PUBLICIDADE
Don`t copy text!