Polícia Civil prende suspeitos de executar adolescente com seis tiros

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Polícia Civil/Divulgação

Uma equipe da Delegacia Regional da Polícia Civil de Pará de Minas realizou operação nesta quinta-feira, 14 de dezembro, no município de Papagaios, com o objetivo de coibir a criminalidade.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A diligência faz parte de uma série de medidas desencadeada pela Polícia Civil nos últimos meses. A meta é identificar e prender suspeitos e armas utilizadas na prática crimes como tráfico de drogas e homicídios.

Os trabalhos resultaram no cumprimento de mandados de prisão, entre outras medidas. Durante a operação os agentes da Polícia Civil prenderam os suspeitos de participar de um homicídio praticado contra um adolescente de 16 anos.

Polícia Civil/Divulgação

De acordo com as investigações, o crime teria sido praticado por três indivíduos, que mataram a vítima com seis disparos de arma de fogo. O assassinato teria sido motivado por vingança, pois o rapaz furtou uma motocicleta e um aparelho celular de dois dos autores.

Após matarem o menor, os indivíduos esconderam o corpo em meio a uma mata. Os familiares registraram o registro do desaparecimento da vítima e no dia 4 de dezembro o cadáver foi localizado na estrada que liga a MG-060 a comunidade de Catita.

O jovem estava nas proximidades de uma fábrica de explosivos, zona rural de Papagaios, em avançado estado de decomposição. Na operação foram cumpridos os mandados de prisão e busca e apreensão nas residências dos investigados.

Polícia Civil/Divulgação

Foram apreendidos os veículos utilizados para sequestrar a vítima e levá-la até o local da execução. Dois autores foram presos e um está foragido. A Polícia Civil investiga ainda o envolvimento de dois menores infratores no homicídio

Os presos foram encaminhados para a Cadeia Pública de Pitangui, onde permanecem à disposição da Justiça. As investigações foram presididas pelo delegado Ederson Gonçalves da Silva.

O delegado Regional de Pará de Minas João Henrique Furtado de Oliveira fez uma avaliação positiva dos resultados das diligências, demonstrando o trabalho que a Polícia Civil tem feito em prol da sociedade:


João Henrique Furtado de Oliveira
operacaojoaohenrique1

O terceiro participante do crime não foi localizado em sua residência e os policiais realizaram um intenso rastreamento pela cidade de Papagaios. Porém, ele não foi localizado, sendo considerado foragido pela Polícia Civil:

João Henrique Furtado de Oliveira
operacaojoaohenrique2

Um dos autores explicou em detalhes como foi à execução do adolescente de 16 anos. O rapaz foi morto com seis tiros de um revólver calibre 32, efetuados por dois dos indivíduos que participaram do homicídio:

João Henrique Furtado de Oliveira
operacaojoaohenrique3

Nesta operação realizada em Papagaios foram empenhados 11 agentes e três viaturas da Polícia Civil de Pará de Minas. Continuam as diligências para prender o terceiro participante do crime que está foragido. A população poderá ajudar repassando informações pelo telefone 197 ou 181 – Disque Denúncia Unificado.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!