PM acaba com festa que durou seis dias no Esplanada; promotor do evento foi notificado

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) notificou para comparecer no Juizado Especial Criminal, um jovem de 23 anos que promoveu uma festa em sua residência, com algazarra e som automotivo alto, causando perturbação do sossego a vizinhos. A ocorrência foi registrada no início da madrugada de quarta-feira (14).

O solicitante de 50 anos relatou aos policiais que o vizinho de 23, realizava festas com algazarra e som alto em sua residência na Rua Bem-te-vi, bairro Esplanada, desde a última quinta-feira (08). A festa aconteceu durante todo o fim de semana prolongado com o feriado, até a noite de terça-feira (13).

Ainda segundo a vítima, havia aglomeração de pessoas, uso de jogo de luzes e som automotivo alto, causando a perturbação. Acrescentou ainda a vítima, que a esposa está doente e o neto recém-nascido reside em sua residência.

Os militares foram até a residência do autor e constataram que minutos antes da chegada dos policiais, houve uma rixa, uma briga generalizada entre os frequentadores da festa, mas as pessoas já haviam ido embora, restando no imóvel, somente o autor, a esposa e outro casal. Também estava na casa o filho de uma das mulheres, de quatro anos.

Foi encontrado no local um dechavador, objeto geralmente usado para separação de maconha, havendo também forte cheiro da substância, além de garrafas vazias de bebidas espalhadas por todo o ambiente.

O Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente foi informado da presença da criança no ambiente. O morador de 23 anos foi notificado a comparecer ao Juizado Especial Criminal.

O autor é reincidente em ocorrência de perturbação do sossego e possui antecedentes criminais por tráfico de drogas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!