Inscrições para participação em cursos online do Sebrae alcançam número recorde

A facilidade de acesso, a qualidade do conteúdo e a gratuidade dos cursos online do Sebrae têm atraído cada vez mais pessoas interessadas em abrir um negócio ou melhorar a gestão da sua pequena ou microempresa. É o caso do artista e gestor sociocultural, Nil César, de 43 anos, morador do Morro do Papagaio, na periferia de Belo Horizonte. Reconhecido pelo trabalho desenvolvido na Casa do Beco, espaço sociocultural que comanda há 25 anos, ele resolveu transformar em negócio um projeto pessoal de multiplicar o conhecimento adquirido ao longo de quase uma vida inteira dedicada à promoção da arte e da cultura. “Eu sempre tive vontade de fazer algo que me desse uma renda, mas claro, sem abandonar o trabalho social. Chamou muito a minha atenção o curso online “Como transformar sua ideia em modelo de negócio” porque minhas ideias estavam bagunçadas e eu não sabia que caminho seguir”, contou.

No curso, Nil César aprendeu como estruturar um modelo de negócio a partir de ferramentas e metodologias que abordam proposta de valor, fontes de receita, além de outros conceitos. Com o modelo de negócio pronto, ele já conseguiu alguns patrocínios e pretende lançar uma série de conteúdos na internet sobre gestão de projetos sociais e culturais no segundo semestre deste ano. “Quando eu fiz o Canvas, eu consegui vislumbrar a expansão do meu negócio e todas as outras possibilidades que podem surgir para garantir um lucro a partir de um investimento inicial”, destacou. Para isso, ele conta a ajuda de um amigo cineasta para escrever os roteiros e preparar o material audiovisual.

Somente no mês de fevereiro, o número de matrículas realizadas na plataforma de Ensino à Distância (EAD) aumentou 51%, em comparação com o mesmo período do ano passado. Apesar de ser considerado como um mês de baixa procura, foram realizadas 140 mil inscrições. Entre os cursos mais procurados estão Gestão Financeira, Marketing Digital, Boas Práticas nos Serviços de Alimentação, Aprendendo a Empreender e Gestão de Pessoas. Em janeiro o número de inscritos já havia atingido uma marca inédita, com 163 mil inscritos (23% a mais que o registrado em janeiro de 2019).

De acordo com o analista do Sebrae, Rodrigo Estrela, desde o segundo semestre do ano passado, a plataforma dos cursos EAD passou por diversas mudanças e melhorias, entre elas, a retirada da exigência de ter CNPJ para ter acesso aos cursos online. “Fomos reduzindo as exigências aos poucos para alguns cursos e percebemos que havia um aumento pela procura depois disso”, contou. Além disso, a vitrine de cursos online também passou por modificações para melhorar a experiência dos usuários, com reposicionamento de botões e diminuição do número de cliques para chegar até os cursos.

Existente há 17 anos, a vitrine de cursos online atualmente oferece atualmente 115 cursos, além de conteúdos em forma de e-books. Como não há limites de vagas, as capacitações ficam liberadas de acordo com a disponibilidade do(a) aluno (a) por até 30 dias. Ao final dos treinamentos, é oferecido certificado digital de participação, com verificação de autenticidade. No mês passado, sete novos cursos foram incluídos na plataforma, sendo seis deles com foco na área de inovação e desenvolvimento de startups. Com Agência Sebrae de Notícias

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!