Unaids alerta que no grupo de risco, pessoas com HIV têm menos acesso a vacinas contra Covid-19

O Programa Conjunto da ONU sobre HIV/Aids (Unaids), afirma que pessoas com HIV possuem mais risco de sofrerem complicações causadas pela Covid-19, mas têm menos acesso às vacinas.

Ao afirmar que a distribuição dos imunizantes permanece extremamente desigual, a agência divulgou que ainda há baixos níveis de doses disponíveis nos países de baixa renda. Essas nações abrigam mais da metade das pessoas vivendo com HIV globalmente.

Pesquisas
O Unaids publicou dados dos Estados Unidos que demonstram que pacientes infectados pelo coronavírus eram muito mais propensos a necessitar de internação e desenvolver casos graves.

A agência afirmou que estudos conduzidos na Inglaterra e na África do Sul descobriram que o risco de morte pela Covid-19 entre pessoas com HIV chega ao dobro da população geral.

O Unaids destacou que em casos avançados de HIV ou na presença de doenças crônicas, comuns em pessoas vivendo com o vírus da Aids, a recuperação da Covid-19 é mais improvável.

Recomendações
As recomendações para evitar o contágio pelo coronavírus seguem as mesmas para os pacientes com HIV, como higienização das mãos, uso de máscaras e distanciamento social.

O Unaids reforça que todas as medidas preventivas recomendadas sejam tomadas e lembra que, como na população geral, pessoas mais velhas, com problemas cardíacos ou pulmonares têm mais risco de sofrer sintomas mais graves da Covid. Com ONU News

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!