Confirmada primeira morte por COVID-19 no Hospital de Campanha do Pacaembu em SP

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Hospital de Campanha do Pacaembu, instalado no estádio de futebol da zona oeste paulistana, registrou ontem (12) a primeira morte por coronavírus. A vítima foi um homem de 36 anos que tinha doença de chagas. As instalações montadas pela prefeitura na capital paulista começaram a receber pacientes na segunda-feira (6).

Segundo o boletim da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, 61 pessoas estão internadas atualmente no hospital, sendo que 55 em leitos de enfermaria e seis em leitos de estabilização. Três pessoas receberam alta ontem e 19 aguardam transferência para o local.

Anhembi
O Hospital de Campanha do Anhembi, na zona norte da cidade, que começou a funcionar no sábado (11), tem 13 pacientes. O espaço pode receber atualmente 326 internações. A previsão é que na segunda quinzena do mês, com a conclusão das instalações, a unidade atinja a capacidade de 1,8 mil leitos.

Os hospitais de campanha funcionam de portas fechadas, ou seja, as pessoas não são atendidas diretamente no local. Os pacientes são encaminhados por outras unidades públicas, como pronto-socorros, unidades de pronto atendimento e assistências médicas ambulatoriais de outros hospitais.

O último balanço do coronavírus na capital paulista registra 20,6 mil casos suspeitos, 6,8 mil confirmados e 445 mortes pela doença. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
Don`t copy text!