Governo de Minas desenvolve ação em parceria com Procon

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Alunos da rede estadual de ensino terão a oportunidade de se transformar em consumidores conscientes, além de adotarem práticas alimentares mais saudáveis. Isto porque, na Semana do Consumidor de 2019, que ocorre no período de 11 a 17 de março, será lançado o programa Consumo Saudável Dentro e Fora das Escolas, ação do Procon estadual e que tem o apoio do Governo de Minas.

A ideia, com o programa, é que os estudantes mineiros – de escolas públicas e privadas – participem de atividades relacionadas aos direitos do consumidor e à alimentação saudável ao longo de todo o ano. Trabalhos sobre o tema também serão incentivados a partir da iniciativa do órgão integrante do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). Outra expectativa é que os estudantes sejam multiplicadores do aprendizado dentro e fora das escolas, com familiares, amigos, vizinhos, entre outros.

O projeto prevê também a realização, na Semana do Consumidor de 2019, de um bate-papo com representantes de órgãos e entidades de defesa do consumidor para transmitir aos alunos conhecimentos básicos sobre o Código de Defesa do Consumidor (CDC); a apresentação de um clip musical (contendo músicas sobre alimentação saudável), com presença de uma nutricionista, para explicar a diferença entre os alimentos naturais, os processados e os ultraprocessados; um encontro com servidores públicos e representantes de instituições privadas que atuem na área de “segurança alimentar e nutricional”.

Entre outras atividades que as escolas poderão realizar estão a exibição de filmes sobre alimentação saudável; a inauguração de horta escolar; apresentações variadas e atividades previstas pelas escolas para discutir a segurança alimentar e nutricional e a defesa do consumidor.

Segundo o Guia Alimentar para a População Brasileira, são quatro as categorias de alimentos, de acordo com o tipo de processamento. A primeira corresponde aos alimentos in natura, que são obtidos diretamente de plantas ou animais, como folhas, frutos, ovos e leite, e não sofrem nenhuma alteração após deixarem a natureza. A segunda categoria são aqueles extraídos dos alimentos in natura, como óleo, gorduras, sal e açúcar. A terceira são os alimentos processados, ou seja, fabricados com adição de sal ou açúcar aos alimentos in natura. A quarta categoria se refere aos alimentos ultraprocessados, cuja fabricação envolve diversas etapas e técnicas de processamento e vários ingredientes, muitos deles de uso exclusivo da indústria. São exemplos de ultraprocessados: refrigerantes, sucos de caixinha, biscoitos recheados, salgadinhos de pacote, macarrão instantâneo.

O programa Consumo Saudável Dentro e Fora das Escolas é resultado de uma articulação do Governo de Minas Gerais com o Procon, a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação de Minas Gerais (Undime), o Sindicato das Escolas Particulares (Sinep), as prefeituras municipais, órgãos e entidades do Sistema Estadual de Defesa do Consumidor, além de outros parceiros. Com Agência Minas

PUBLICIDADE
Don`t copy text!