Saiba mais sobre a Ômicron, a nova variante do coronavírus

Em todo o mundo, aumentam as preocupações sobre a cepa reportada à Organização Mundial da Saúde (OMS), pela África do Sul; neste guia do Unicef, saiba como se proteger e proteger o seu entorno.

O que é a variante Ômicron ?
A nova cepa da coronavírus foi classificada como “preocupante” pela Organização Mundial da Saúde, OMS. A decisão foi baseada na evidência científica de que a variante tem muitas mutações que influenciam no comportamento do vírus. Ainda existe bastante incerteza sobre a Ômicron e várias pesquisas estão sendo realizadas para avaliar as taxas de transmissão, gravidade e risco de infecção.

Como a variante se desenvolve?
Quando um vírus circula amplamente causando inúmeras infecções, a probabilidade de o vírus mutar aumenta. Quanto mais chances, o vírus tiver de se espalhar, mais oportunidades ele terá de registrar mudanças. As novas variantes como Ômicron são um lembrete de que a pandemia da Covid-19 está longe do fim. Por isso, é essencial que as pessoas sejam vacinadas quando possam e continuem a seguir os conselhos de prevenção do vírus incluindo distanciamento social, uso de máscara, frequente lavagem de mãos e a boa ventilação de áreas fechadas. É crucial ainda que as vacinas e outras medidas de saúde pública estejam acessíveis a todos. A desigualdade nas vacinas deixa os países de renda mais baixa, muitos deles na África, à mercê da pandemia. As nações que têm as doses devem fornecer, com urgência, os lotes que prometeram.

Onde a variante está presente?
Ela foi detectada em várias regiões do mundo. A OMS relata que a possibilidade da variante se espalhar é alta.

Esta variante é mais severa que as demais da Covid-19?
Segundo um dos diretores da OMS, Mike Ryan, a Ômicron aparenta ser mais severa que a variante Delta, por exemplo, mas a agência da ONU ainda aguarda o resultado dos estudos que estão sendo feito para obter mais informações e colocá-las à disposição do público. É importante lembrar que todas as variantes da Covid-19 podem causar doença severa ou morte incluindo a Delta que é mais dominante em todo o globo. Por isso é tão importante prevenir a doença e reduzir o risco de exposição ao vírus.

A Ômicron é mais contagiante?
Ainda não está claro se ela pode se espalhar mais facilmente de pessoa para pessoa, em comparação com outras variantes como a Delta. Mas ações como estar vacinado, e tomar todas as precauções como evitar lugares lotados, manter o distanciamento e usar máscara são críticas para prevenir a propagação da Covid-19. Já sabemos que essas medidas se mostraram efetivas contra outras variantes.

A variante Ômicron causa sintomas diferentes?
Não existe outra informação evidenciando que a Ômicron cause sintomas diferentes de outras variantes da Covid-19.

As vacinas da Covid-19 são eficientes contra a Ômicron?
Os pesquisadores estão analisando qualquer potencial impacto que esta variante tem sobre a efetividade de outros imunizantes contra a Covid-19. Apesar da informação estar ainda limitada, a OMS acredita que existe uma suposição razoável de que as vacinas atuais podem oferecer alguma proteção contra a doença severa e a morte ela doença. É ainda importante estar vacinado para se proteger de outras variantes que estão circulando como a Delta. Quando chegar a sua vez, assegure-se de tomar a vacina. E se sua vacinação requer duas doses, é importante cumprir este ciclo para ter a proteção máxima contra a Covid-19.

Quem já teve a Covid-19 está mais protegido da variante Ômicron?
De acordo com a OMS, evidências preliminares indicam que as pessoas que antes foram infectadas podem voltar a ser contaminadas mais facilmente com a Ômicron, em comparação com outras variantes. Mas a informação ainda não está inteiramente garantida, a OMS divulgará mais detalhes assim que puder.

Os testes atuais de COVID-19 detectam a Ômicron?
Os exames de PCR continuam detectando a infecção de Covid-19, incluindo a Ômicron. Mas as pesquisas continuam para avaliar se existe um impacto sobre outros tipos de testagem incluindo os testes rápidos de antígeno.

As crianças têm mais chance de contrair a variante Ômicron?
As pesquisas sobre a transmissibilidade dessa variante continuam e mais informações serão divulgadas assim que recebidas. De qualquer maneira, as pessoas que estão interagindo com outras, sem estarem vacinadas, ficam mais sujeitas à contaminação.

Como posso me proteger a mim e a minha família da variante Ômicron?
A coisa mais importante é reduzir o risco de exposição ao vírus. Para se proteger e proteger seus entes queridos certifique-se de:
· Usar a máscara cobrindo o nariz e a boca. Assegurar que suas mãos estão limpas quando você colocar e tirar a máscara.
· Manter a distância física de pelo menos um metro dos outros
· Evitar ambientes com ventilação baixa e espaços com muitas pessoas
· Abrir as janelas para melhorar a circulação do ar
· Lavar suas mãos regularmente
· Quando chegar a sua vez, seja vacinado. As vacinas aprovadas pela OMS são seguras e efetivas.

Como posso conversar com meus filhos sobre a Ômicron e outras variantes?
As notícias sobre a Covid-19 e a Ômicron estão inundando nossas vidas, diariamente, e é natural que as crianças tenham curiosidade e façam muitas perguntas. Tenha em mente algumas dicas que ajudam a explicar o que pode ser um tópico complicado, de forma clara.
· As crianças têm o direito de saber o que está ocorrendo, mas isto deve ser explicado para elas de acordo com a idade que têm.
· Convide seus filhos a compartilhar o que eles escutaram sobre o tema e que respostas obtiveram.
· É muito importante estar a par de tudo e levar a sério os medos que eles sinalizam. Seja paciente, a pandemia e a desinformação causaram muita preocupação e incerteza para todos.
· Assegure-se de que você está em dia com as últimas atualizações.
· As páginas do UNICEF and the OMS, World Health Organization, são grandes fontes de informação sobre a Covid-19.
· Caso você não saiba a resposta, não tente adivinhar. Utilize a ocasião para buscar a resposta juntamente com seus filhos.
· Lembre-se que as crianças observam os adultos, ainda que esteja preocupada com seus filhos, tente não demonstrar a eles todos os seus temores. Com ONU News

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!