Feridos na explosão do gasômetro em Ipatinga já tiveram alta

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Bombeiros de Ipatinga/Divulgação

As 34 pessoas feridas na explosão na sede da empresa Usiminas, em Ipatinga (MG), já tiveram alta do hospital e foram para casa. A informação foi dada pela empresa, em nota divulgada ontem (11) em seu site oficial.

Na sexta (10), um gasômetro da companhia explodiu. A estrutura comportava uma mistura de gases utilizada na fabricação de aço, denominada LDG.

A Usiminas afirmou, no comunicado de hoje, que fez uma avaliação para averiguar se ainda há resquícios dos gases na área, mas concluiu não haver “registro de anormalidades, nem risco para a população”.

Na nota, a companhia informou que algumas unidades, “sem conexão com o setor afetado”, começaram a retomar as atividades, como “Despacho, Laminação e Frio e Unigal”. Contudo, não há previsão de quando a fábrica restabelecerá o conjunto das atividades.

As causas da explosão continuam sendo investigadas, conforme o comunicado. Nesse processo de apuração estão tanto técnicos da empresa, quanto autoridades competentes. A Defesa Civil informou ontem que fará perícia para buscar as razões do acidente. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE