Zema participa de formatura do Proerd na Cidade Administrativa

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O governador Romeu Zema participou ontem (11), no auditório JK, na Cidade Administrativa, da formatura de alunos que concluíram o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) no primeiro semestre deste ano. Ao todo, 300 crianças de escolas municipais, estaduais e particulares da Região Metropolitana de Belo Horizonte receberam o certificado, além dos alunos do Colégio Tiradentes.

Neste ano, 93 mil crianças, de 9 a 12 anos, fizeram a capacitação em todas as regiões de Minas. Mais de 3,5 milhões de pessoas já fizeram o curso em Minas Gerais.

Romeu Zema e o comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais, coronel Giovanne Gomes da Silva, fizeram a entrega dos certificados de conclusão aos alunos de 27 escolas. O governador homenageou os diretores das escolas participantes e entregou três bicicletas aos vencedores do concurso de redação.

Zema contou um pouco sobre sua vida na escola e orientou as crianças para que se dediquem aos estudos. “Estudar muda muito a nossa vida. Vocês estão tendo a oportunidade que, muito provavelmente, os seus pais não tiveram. O que eu posso pedir a vocês é: agarrem essa oportunidade. Quem não estuda, não aprende, não se torna um bom profissional”, alertou o governador. Ele usou os policiais militares como exemplo de estudo e dedicação.

Marco Evangelista/Imprensa MG

Já o coronel Giovanne, comandante geral da PMMG, ressaltou a relevância do programa para a sociedade e para a formação das crianças. “O Proerd é hoje o maior exemplo da interação entre a família, a escola e a Polícia Militar representando o estado de Minas Gerais”. Utilizando conceitos da Psicologia, ele ainda reforçou a importância do programa para a formação do caráter. “A partir dos três anos, a criança começa a ter seu caráter consolidado, e é nessa faixa etária é que a gente trabalha com o Proerd, demonstrando que não vale a pena o uso de drogas, não vale a pena se render aos chamamentos indesejados em relação à prática de crimes e ao uso de drogas”, finalizou.

Sobre o Proerd
O programa foi criado na década de 70, nos Estados Unidos, por Daryl Gates, chefe do Departamento de Polícia de Los Angeles. Na época, ele se reuniu com o Superintendente do Distrito Escolar Unificado de Los Angeles para discutir formas de interferir no ciclo gerador do abuso de drogas e das condutas criminosas. Como resultado, foi lançado em 1983 um programa educacional para a prevenção do abuso de substâncias: o Drug Abuse Resistance Education (D.A.R.E.).

Os idealizadores do programa chegaram à conclusão de que os alunos perceberiam os policiais como os mais confiáveis para aplicar as lições devido à experiência deles em lidar com as consequências advindas do abuso de drogas.

Marco Evangelista/Imprensa MG

Proerd em Minas Gerais
A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) iniciou suas ações no Proerd a partir da capacitação de cinco policiais militares no Curso de Formação de Instrutores promovido pela Polícia de São Paulo, em 1997. Em 1998, foi assinado um protocolo de intenções entre a Prefeitura de Uberlândia e a Polícia para desenvolver o programa em algumas escolas da rede pública municipal, em caráter experimental. Posteriormente, com a formação de novos instrutores, o programa foi estendido para outras cidades de Minas Gerais.

Hoje, o Proerd está presente em todas as regiões do estado, atendendo e capacitando crianças, adolescentes e pais em diversos municípios e escolas das redes públicas e privadas. Em 2018, por exemplo, o programa atendeu 2.650 escolas. Semestralmente, cerca de 500 cidades são atendidas. Desde o início das atividades, em 1998, o Proerd já capacitou mais de 3,5 milhões de pessoas.

Don`t copy text!