Kesha faz críticas sociais em novo single. Assista

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Sem nenhuma campanha de divulgação ou aviso prévio nas redes sociais, a cantora norte-americana Kesha disponibilizou, nesta semana, em sua página no Youtube, a canção “Rich, White, Straight, Men”. A faixa inédita carrega no teor crítico e político, ao mesmo tempo em que sua melodia nos remete à sonoridade de desenhos animados. Alguns fãs chegaram a comentar na mesma página que o lançamento parecia saído da trilha de um filme dirigido por Tim Burton (de “Batman”, “A Noiva Cadáver” e “Edward Mãos de Tesoura’).

Kesha usa o novo single para ironizar o momento político e social dos EUA, fazendo duras críticas ao sistema de saúde do país e aos altos preços cobrados pelas universidades. A canção – cujo vídeo que já ultrapassa a marca de 460 mil views – tem ainda temas como o sexismo, a homofobia e até o projeto do muro na fronteira com o México lembrados com lamentação pela cantora. Num dos versos, ela diz: “e se você é um garoto que ama um garoto, você terá um bolo de casamento e tudo mais”. Na sequência, a voz de um personagem masculino retruca: “Não no Colorado!”. A citação do estado não é feita à toa. É que até há algumas semanas, a terapia de conversão para homossexuais era permitida por lá.

Esta não é a primeira vez que a polêmica cantora se manifesta a favor do feminismo ou da causa LGBTQ. Em álbuns anteriores, canções como como “Woman” e “We R Who We R” se tornaram hinos feministas e de orgulho gay.

Assista:

Com Portal Sucesso

Don`t copy text!