Encontro histórico Trump-Kim é ampliado por delegações dos dois países

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

REUTERS/Jonathan Ernst

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a delegação que o acompanha à Cingapura iniciam uma reunião bilateral ampliada com o líder norte-coreano Kim Jong-Un e a comitiva do país asiático na noite de segunda (11), manhã de terça-feira (12) na Ásia. A informação foi publicada pela secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, no Twitter.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A postagem incluiu uma foto de um aperto de mão de Kim e Trump sentados em uma mesa retangular. Em outra postagem, a assessora publicou uma imagem dos dois líderes em uma sacada do hotel onde ocorre o encontro de cúpula.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, fazem uma reunião histórica entre os dois países. Os líderes tiveram um diálogo reservado, acompanhados apenas pelos tradutores.

Antes da conversa, Trump e Kim fizeram uma breve declaração para a imprensa. Trump disse “nós teremos uma ótima discussão”. E completou “isso será tremendamente bem-sucedido. Vamos ter um ótimo relacionamento, não tenho dúvida.”

Kim falou em coreano e foi traduzido pelo intérprete logo em seguida. “O caminho até aqui não foi fácil”. O norte-coreano falou brevemente que um passado de preconceitos errados às vezes cobriram seus olhos e ouvidos. “Mas nós superamos tudo e chegamos aqui”.

Na chegada ao hotel, Kim e Trump trocaram um longo aperto de mão em um salão decorado com bandeiras dos Estados Unidos e da Coreia do Norte.

É a primeira vez que um presidente em exercício de mandato se encontra com um líder norte-coreano. O anúncio do encontro de Kim e Trump marcou uma reviravolta em meses de troca de acusações entre os dois líderes.

Ano passado, Trump ameaçou destruir totalmente a Coreia do Norte e chamou o norte-coreano de “homenzinho do foguete”. Em resposta, Kim xingou o presidente de “ignorante mentalmente perturbado”. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE