Doutor Estranho | O que é o Multiverso e o que há nele?

Multiverso é o nome atribuído aos múltiplos universos alternativos que a realidade pode ter em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, o novo filme da Marvel Studios que já está disponível nos cinemas brasileiros.

Dessa forma, o Multiverso oferece histórias ilimitadas e novas narrativas. Afinal, sendo os universos alternativos múltiplos, as possibilidades (e especulações) são basicamente infinitas.

O longa-metragem segue a linha narrativa de títulos anteriores do Universo Cinematográfico Marvel (MCU). E convida o espectador a se deixar levar tanto pelo aspecto sobrenatural e surpreendente da obra, como também pela emoção de vivenciar universos e realidades diferentes.

O que há no Multiverso?
“No Multiverso existem versões alternativas de todos. [O Multiverso] dá aos personagens a oportunidade única de conhecerem a si mesmos. De reconhecer as qualidades que talvez eles não conhecessem”, explica Sam Raimi, diretor do filme.

Por sua vez, Kevin Feige, responsável pela produção, acrescenta que “parte da loucura do Multiverso é que podemos ver diferentes realidades, e vemos diferentes versões [dos fatos], principalmente, do Doutor Estranho”.

O que o Doutor Estranho aprendeu sobre o Multiverso em What If…?
No episódio quatro da série animada What If…?, disponível no Disney+, Stephen Strange (voz de Benedict Cumberbatch) perde sua amada Christine Palmer (voz de Rachel McAdams) em vez de suas mãos no acidente de carro mostrado no primeiro filme, Doutor Estranho.

A partir dessa trágica realidade, o super-herói recorre ao Olho de Agamotto (que usa os poderes da Joia do Tempo) para voltar e encontrar uma forma de evitar a morte de Christine. Infelizmente, ele falha em cada tentativa, perdendo a Dr. Palmer novamente.

É lá que o Ancião (Tilda Swinton) aparece para explicar que o cirurgião não será capaz de trazer a amada de volta à vida, já que a morte de Christine é um Ponto Absoluto no Tempo. Se ele eliminar o que acontece com Palmer, nunca se tornará um mago.

Enfrentando a recusa do Ancião em ajudá-lo em seu plano, Strange procura na Biblioteca Perdida de Cagliostro o conhecimento necessário para romper o Ponto Absoluto no Tempo. Desta forma, Stephen se torna o Supremo Doutor Estranho — uma versão maligna de si mesmo.

Mais tarde, o Ancião revela que, para detê-lo, usou o poder da Dimensão das Trevas para dividir a linha do tempo e, especificamente, dividir o personagem em dois. Isso permitiu que duas linhas do tempo ocorressem no mesmo universo, mas será nesse mesmo local que as duas versões do Doutor Estranho se enfrentarão para destruir ou salvar esse universo.

Descubra mais sobre o Multiverso em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, disponível nos cinemas. Com informações de Disney

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!