Galo vence e se classifica na Libertadores

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Fazendo um primeiro tempo arrasador, o Atlético avançou para a terceira fase da Copa Conmebol Libertadores ao vencer o Danubio por 3 a 2, na noite desta terça-feira, na Arena Independência.

Luan e Ricardo Oliveira (2) fizeram os gols do Galo, com Grossmüller e Siles descontando para a equipe uruguaia. No jogo de ida, em Montevidéu, houve empate por 2 a 2.

Na terceira fase, o Galo enfrentará o vencedor do confronto entre Defensor, do Uruguai, e Barcelona, do Equador, que se enfrentam também nesta terça-feira. O Barcelona venceu o jogo de ida por 2 a 1, em Montevidéu, mas recebeu punição da Conmebol e o resultado da partida foi alterado para 3 a 0 em favor da equipe uruguaia.

O jogo de ida da terceira fase será na próxima semana, em data a ser confirmada pela Conmebol.

O Atlético voltará a campo neste sábado para enfrentar o Tupi, também no Horto, pelo Campeonato Mineiro.

O JOGO

Quando o Galo abriu uma vantagem de três gols no primeiro tempo, a impressão era que o jogo se encaminhava para uma goleada alvinegra. Nem mesmo o pênalti duvidoso marcado a favor do time uruguaio, no final do primeiro tempo, parecia abalar a confiança da torcida em uma classificação tranqüila. No entanto, aos 12 minutos do segundo tempo, o meio-campista Siles, do Danubio, acertou um chute de longa distância. O gol deixou a partida dramática, já que o empate por 3 a 3 era favorável aos uruguaios.

O Atlético fez um excelente primeiro tempo e abriu o placar aos 14minutos, quando Cazares chutou de fora da área, o goleiro deu rebote e Luan, de cabeça, mandou a bola para a rede: Galo 1 x 0 e festa da Massa.

Antes do gol, aos três minutos, Luan recebeu lançamento pela direita, tentou invadir a área tocando a bola entre as pernas do seu marcador e foi derrubado, lance considerado normal pela arbitragem.

O segundo gol quase saiu aos 16 minutos. No lance, Luan recebeu lançamento na área e tocou de primeira para a finalização de Elias, por cima do gol.

Aos 23, começou a brilhar a estrela de Ricardo Oliveira. Em bela jogada individual, o camisa 9 arrancou do meio-campo, passou por três defensores e só foi parado no pênalti cometido pelo goleiro Cristóforo. O próprio Ricardo Oliveira cobrou a penalidade e, com categoria, deslocou o goleiro para ampliar a vantagem atleticana: Galo 2 x 0.

O Galo não diminuiu o ritmo e o terceiro gol demorou apenas mais dois minutos para sair. Em bela jogada, Cazares driblou seu marcador e deu ótima enfiada de bola para Ricardo Oliveira driblar o goleiro e tocar para o gol: Galo 3 x 0 e torcida insana no Horto.

O Atlético seguiu pressionando e quase marcou mais um aos 34 minutos, em contra-ataque envolvendo Ricardo Oliveira, Elias e Chará, mas o goleiro defendeu a conclusão do atacante colombiano.

Aos 42, a defesa uruguaia cortou cruzamento rasteiro de Luan pela direita. Já nos acréscimos, o árbitro marcou pênalti duvidoso de Patric em Onetto. Grossmüller fez a cobrança e diminuiu para o Danubio.

SEGUNDO TEMPO

O Galo voltou para a etapa final com Guga no lugar de Patric. Aos 12 minutos, Siles acertou um arremate incrível da intermediária e marcou o segundo gol uruguaio.

Em contra-ataque atleticano, Chará avançou pela esquerda,passou pelo zagueiro e exigiu boa defesa de Cristóforo. Aos 28, Elias foi substituído por Zé Welison e, três minutos depois, foi a vez de Luan deixar o campo para a entrada de Maicon.

O final da partida foi dramático, mas o Atlético teve boas oportunidades, todas elas em contra-ataques. Aos 36, Cazares arriscou de fora da área e errou o alvo. Em seguida, Chará sofreu falta pela esquerda e Cazares cobrou direto, na rede pelo lado de fora.

Aos 44 minutos, Cazares deu um toque magistral por cobertura e a bola, caprichosamente, acertou o travessão. Já aos 48, Ricardo Oliveira recebeu passe de Maicon e concluiu para a defesa de Cristóforo, naquela que foi a última chance de gol da partida.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO 3 x 2 DANUBIO

Motivo: Copa Conmebol Libertadores (2ª fase / Volta)
Data: 12/02/2019
Hora: 19h15 (Hora de Brasília)
Estádio: Arena Independência
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Gols: Luan (14’/1ºT), Ricardo Oliveira (25’/1ºT e 27’/1ºT); Grossmüller (46’/1ºT), Siles (12’/2ºT)
Público: 22.205
Renda: R$772.179,00
Árbitro: Patricio Loustau (ARG)
Auxiliares: Diego Bonfa (ARG) e Ezequiel Brailovsky (ARG)
Cartões amarelos: Patric, Elias,Fábio Santos (Atlético); Dennis Olivera, Juan Gutiérrez, Maicol Ferreira (Danubio)

Atlético
Victor; Patric (Guga), Réver, Igor Rabello, Fábio Santos; Adilson, Elias (Zé Welison), Luan (Maicon), Cazares, Yimmi Chará e Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi.

Danubio
Cristóforo, Sergio Felipe, Renzo Ramirez (Ghan), Goñi, Leandro Sosa, Siles, Denis Oliveira (Maicol Ferreira), Montes, Onetto, Grossmüller, Fede Rodríguez (Juan Gutiérrez). Técnico: Marcelo Méndez.
Com site do Atlético-MG

PUBLICIDADE
Don`t copy text!