Pequi: preso suspeito de aplicar golpe do consórcio

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Um homem de 45 anos acionou policiais militares na tarde de segunda-feira, 10 de Abril, no município de Pequi. Ele informou que no mês de fevereiro foi procurado pelo suspeito de 49 anos, que se apresentou como vendedor de um consórcio de veículos novos e seminovos de uma empresa nacional, com representação regional em Pará de Minas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Ainda segundo o solicitante, na ocasião, o vendedor disse que se ele fosse contemplado receberia uma carta de crédito superior a R$ 19 mil e pediu o pagamento de uma taxa de adesão do consórcio, no valor de R$ 343,90, que foi paga, sendo assinado o contrato.

Acrescentou que não havia recebido o boleto para pagamento da primeira parcela do consórcio, como havia sido combinado com o vendedor e não conseguiu mais contato telefônico com ele. Ao fazer contato com a empresa de consórcio de São Paulo, por telefone, o atendente disse que não há nenhum cadastro em seu nome, como cliente do plano. Ele também não conseguiu contato na filial em Pará de Minas.

O suspeito de 49 anos não soube informar porque o nome do solicitante não consta como cliente na referida empresa e que apenas vende o consórcio. Porém, os militares receberam informações de que ele já era procurado por ter aplicado golpe semelhante da venda falsa de consórcio em Pará de Minas e em outras cidades da região, tendo causado prejuízo a outras pessoas.

Ele foi encaminhado a Delegacia Regional de Polícia em Pará de Minas, onde o Delegado de plantão, com base no fato envolvendo o suspeito e outros casos ocorridos na região, autuou o suspeito em flagrante delito, confirmando a prisão, sendo transferido para a penitenciária Dr. Pio Canedo.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!