Polícia Civil aprende em município mineiro 400 quilos de carne armazenada precariamente

Durante cumprimento de mandado de busca e apreensão decorrente de investigações do crime patrimoniais, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) localizou mais de 400 quilos de carne armazenados de forma inadequada e impróprios para consumo, em Uberlândia, Triângulo Mineiro. No imóvel alvo da intervenção, no bairro Lagoinha, ainda foram encontrados diversos produtos também de origem duvidosa. Um homem, de 29 anos, foi preso em flagrante.

A ação foi desencadeada pela 4ª Delegacia de Polícia Civil. De acordo com a delegada Vívian Parreira Martins, as apurações apontam que o investigado estaria agindo com o sogro dele na receptação de produtos furtados. Num primeiro momento, os policiais apreenderam a carne acondicionada em tambores e outros tipos de vasilhames. “Pela quantidade, a equipe suspeita que a carne teria destinação mercantil”, observa a delegada, ao informar que o homem alega que o produto era para consumo próprio.

Em continuidade às buscas, foram localizados eletroeletrônicos sem procedência, além de bicicletas para esporte, que eram encomendadas por receptadores. Durante a abordagem policial, o homem tentou fugir, mas foi alcançado pela equipe. Ele foi apresentado na Delegacia de Plantão e autuado em flagrante por vender, ter em depósito ou expor à venda matéria-prima ou mercadoria em condições impróprias ao consumo. Posteriormente, foi encaminhado ao sistema prisional na terça (9). Com informações da PCMG

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!