Unicef socorre vítimas de incêndio em acampamento de refugiados na Grécia

O Unicef juntou-se ao governo da Grécia para ajudar crianças vítimas de um incêndio no maior acampamento de refugiados do país.

Em nota, a agência da ONU expressou “profundas condolências” aos refugiados e migrantes afetados pelo sinistro no campo de Moria, na ilha de Lesbos. O local abriga mais de 4 mil crianças em situação de ajuda urgente incluindo 407 menores desacompanhados.

Covid-19
Segundo agências de notícias, dezenas de bombeiros resgataram várias pessoas do campo, que estava super lotado, e algumas com ferimentos após inalarem fumaça.

Ainda não se sabe como o fogo começou.

O Unicef agradeceu às autoridades locais e aos bombeiros por atuarem toda a madrugada respondendo ao sinistro. Com a Covid-19, torna-se ainda mais difícil implementar uma resposta rápida e que atenda as vítimas.

A agência da ONU abriu as portas do Centro de Apoio à Infância e à Família Tapuat, que fica perto do local de incêndio, para abrigar mais de 150 crianças desacompanhadas.

Europa
A medida é temporária e também deve ajudar a grávidas e outras pessoas em condições críticas.

O Unicef informou que a prioridade é assegurar a proteção e segurança imediatas das vítimas do incêndio em coordenação com o Governo da Grécia, e outras autoridades e agências em parceria com a ONU e a comunidade de ONGs.

Para o Unicef, o incêndio no acampamento de refugiados da Grécia serve para lembrar da necessidade de uma política humana e sensível à situação das crianças e que respeite o direito delas de proteção adequada em toda a Europa. Com ONU News

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!