Zélia Duncan com novo single. Assita

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

“O Que Mereço” é o título do primeiro single do novo álbum de Zélia Duncan, “Tudo é Um”, fruto da retomada da parceria musical e de trabalho da artista com o músico e compositor Christiaan Oyens – com quem ela havia trabalhado no disco homônimo, de 1994, e em “Intimidade” (1996). “Tudo é Um” sai no final do mês, no formato digital, pelo Duncan Discos, selo da artista, com distribuição da Biscoito Fino.

Única faixa não autoral do projeto, “O Que Mereço” precede o lançamento do álbum completo e foi composta pelo pernambucano Juliano Holanda. “Recebi a fina flor dos novos compositores de Pernambuco, trazidos pelo Almério, cantor querido e comovente. Depois de já estar tonta com tantas belezas, foi Juliano Holanda que me tirou definitivamente do sério e me fez pedir ‘aquela’, pra ouvir de novo, sozinha”, conta Zélia, que gravou a canção uma semana depois. “Esse folk/country, meio Dylan, com jeito simples e cheio de profundidades, ganhou status de single”, finaliza.

O restante do repertório traz composições de Zélia, sozinha ou em parceria com Chico Cesar, Zeca Baleiro, Moska e Dani Black e Christiaan Oyen. ‘Tudo é Um” tem direção artística de Zélia Duncan e direção geral de Oyens. Ambos também assinam os arranjos junto com os músicos participantes. “Tudo é Um” marca a volta de Zélia ao pop folk autoral dez anos depois de “Pelo Sabor do Gesto”. Entre os dois, vários outros projetos: um DVD, “Totatiando”, um álbum de sambas e outros dois dedicados a Itamar Assumpção e Milton Nascimento – o último em dupla com o músico Jaques Morelenbaum.

Assista:

Com Portal Sucesso

PUBLICIDADE
Don`t copy text!