Perícia para apurar causas de acidente em barragem no Ceará começará em 20 dias

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) informou ontem (9), em nota, que a análise das causas do acidente ocorrido ontem na Barragem de Atalho, em Brejo Santo (CE), começará em cerca de 20 dias. A expectativa do ministério é ter respostas sobre o ocorrido após 60 dias de investigação. Uma empresa será contratada pelo ministério para realizar perícia e detectar as causas do acidente.

O rompimento de uma tubulação do reservatório da barragem provocou a morte de três homens. Mizael Brasil dos Santos, Heyder Pereira da Silva e Nivaldo Bueno de Camargo trabalhavam nos testes operacionais da tomada d’água do reservatório quando foram surpreendidos pelo rompimento da tubulação. Segundo o MDR, “todo o apoio está sendo oferecido aos familiares”.

A pasta informou ainda que não há vazamentos na estrutura e o bombeamento só foi interrompido preventivamente e que a população que vive nas proximidades da estrutura está segura, não corre riscos. Além disso, o atendimento ao Cinturão de Águas do Ceará (CAC) não será comprometido. O CAC é um conjunto de obras hídricas que permitem distribuição de água para várias regiões do estado. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!