Homem não respeita medida protetiva, ameaça ex-namorada e acaba preso no Centro de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Uma equipe da Polícia Militar prendeu um indivíduo de 31 anos na Praça Afonso Pena, Centro, em Pará de Minas, na tarde desta quinta-feira, 10 de janeiro. Ele havia ameaçado sua namorada de 34 anos, que para se proteger se escondeu na Delegacia Regional da Polícia Civil.

A situação teve início antes da prisão do autor das ameaças. Mais cedo, ele esteve no local de trabalho da vítima, dizendo que queria conversar com ela, mas pelas ameaças antecedentes, a vítima se sentiu acuada e deixou o local de trabalho.

Ao notar que estava sendo seguida pelo autor, tentou acionar um policial que estava na Rua Benedito Valadares, Centro, mas não conseguiu. Ela só conseguiu contato mais tarde, quando militares foram acionados por ela que se deslocava em sua moto pela Rua São José, Centro, quando percebeu que estava sendo seguida pelo autor, seu ex-namorado, que transitava em uma motocicleta CG 125, vermelha.

Com medo, devido a ameaças anteriores feitas por ele, a mulher estacionou sua moto na Praça Afonso Pena e se deslocou até a Delegacia Regional da Polícia Civil, com o intuito de se proteger do autor. Porém, enquanto ela se deslocava ele passou atrás da vítima e a ameaçou de morte.

Os militares fizeram rastreamento e localizaram o indivíduo perto de uma banca de revista, em frente à Escola Estadual Governador Valadares. Parecia que ele estava à espreita, observando o movimento da ex-namorada na delegacia. Ele tentou fugir da abordagem policial, correndo, sendo abordado e contido na Rua Dr. Cândido.

O autor admitiu que a existência de medida protetiva em favor da vítima, que o proíbe de se aproximar a menos de 500 metros da ex-namorada, mas que só a procura para falar de assuntos que os dois ainda têm em comum.

Ele foi preso e encaminhado à Delegacia Regional da Polícia Civil em Pará de Minas. A moto usada por ele nas ameaças foi removida para um pátio credenciado.

A mulher disse ainda que o autor não aceita o fim do relacionamento e que as suas ameaças são recorrentes. Ela foi orientada quanto a demais providências junto à Polícia Civil e Justiça.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!