ONU cobram mais envolvimento de jovens na luta contra a corrupção

Neste 9 de dezembro, Dia Internacional Anti-Corrupção, as Nações Unidas promovem a campanha “Seu direito, seu papel: Diga não à corrupção”.

A meta é chamar a atenção para o fato de que todas as pessoas têm direitos e responsabilidades em combater a prática, e não apenas governos, oficiais da Justiça e a imprensa.

Desvio de recursos
Segundo a ONU, a corrupção afeta todas as esferas da sociedade e prevenir ações corruptas é essencial para se progredir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODSs.

A corrupção desvia ainda recursos importantes num momento crítico, quando o mundo combate a crise da pandemia de Covid-19.

A ONU destaca que não são apenas os países que precisam enfrentar o problema da corrupção em nível governamental.

Proteção para quem faz denúncias
Todas as pessoas, dos jovens até os mais velhos, têm um papel em prevenir e combater a corrupção e ajudar a promover a integridade em todos os níveis da sociedade.

A Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção busca, por exemplo, fazer com que os governos coloquem em prática políticas para proteger as pessoas que denunciam práticas corruptas.

Um fenômeno que afeta todos os países, segundo a ONU, minando as instituições democráticas e o desenvolvimento econômico.

Para participar da campanha contra a corrupção, basta mostrar seu apoio à causa nas redes sociais usando a hashtag #NoToCorruption. Com ONU News

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!