Fábio vê final igual e destaca tradição de clubes na disputa pela Copa do Brasil

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Às vésperas do primeiro capítulo da decisão entre Cruzeiro e Corinthians, a organização da Copa do Brasil reuniu os goleiros Fábio e Cássio para uma entrevista coletiva conjunta no estádio Mineirão, na manhã desta terça-feira. Ídolos em seus clubes, os atletas falaram sobre a grande final da competição e projetaram a disputa de 180 minutos que começará nesta quarta-feira, em Belo Horizonte.

Prestes a completar 800 jogos com a camisa celeste, Fábio está em busca de sua terceira Copa do Brasil pelo Cruzeiro. Ainda jovem, ele fez parte do plantel tricampeão em 2000. Ano passado, foi protagonista na conquista do pentacampeonato, defendendo pênaltis decisivos nas fases finais.

Experiente neste tipo de competição, Fábio descartou qualquer favoritismo e acredita que será uma disputa igual, entre duas equipes tradicionais do futebol brasileiro, e que será decidida nos detalhes.

“Pelas duas equipes, pela grandeza e tradição vencedora dentro de uma final, se zera tudo o que foi feito antes. São dois jogos onde as duas equipes têm que mostrar o melhor futebol para que possa se concretizar o título. Em uma final se equilibra tudo pela grandeza das equipes e dos jogadores. Tudo será colocado à prova nesses dois jogos, e quem tiver melhor equilíbrio com certeza vai se sobressair e conquistar o título”, destacou o camisa 1.

Fábio também falou da importância de se ter jogadores experientes no elenco como fator positivo em jogos desta dimensão e antecipou que espera duas partidas de alto grau de dificuldade.

“A experiência é sempre importante, pelo fato de se ter vivido várias situações de bastante dificuldade, de se sobressair. Isso gera uma confiança e é um exemplo a ser seguido. Mas sempre ciente de que em finais tudo se faz novo. A oportunidade que nós jogadores teremos de fazer esse primeiro jogo da decisão é uma situação ímpar, independente de todas as experiencias que você já vivenciou. É quando se tem que fazer por onde, concretizar um bom trabalho e um rendimento muito bom para conseguir o resultado positivo, que é o pensamento nosso dentro do Cruzeiro, ciente de todas as dificuldades que vamos encontrar contra uma grande equipe”, reforçou. Com site do Cruzeiro

PUBLICIDADE