Morre o bispo dom Pedro Casaldáliga

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O bispo emérito de São Félix do Araguaia, em Mato Grosso, Pedro Casaldáliga, conhecido pela luta a favor dos direitos humanos, morreu ontem (8), aos 92 anos, na cidade de Batatais, em São Paulo, onde estava internado. A informação foi divulgada pela Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria. A causa da morte não foi divulgada.

“D. Pedro Casaldáliga voltou para a Casa do Pai”, diz a nota divulgada em conjunto pela Prelazia de São Félix do Araguaia (Mato Grosso, Brasil), a Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria (Claretianos) e a Ordem de Santo Agostinho (Agostinianos), que informou ainda que o bispo estava na cidade de Batatais.

Dom Pedro Casaldáliga foi um bispo católico espanhol, radicado no Brasil desde 1968. Ao chegar no Araguaia, em 1968, o religioso realizou um trabalho na defesa da população desfavorecida, na luta pela posse da terra, contra o regime militar e, até mesmo, o Vaticano.

O velório ocorrerá em Batatais, neste sábado a partir das 15h, na capela do Claretiano – Centro Universitário de Batatais, unidade educativa dirigida pelos Missionários Claretianos. A missa de exéquias será celebrada, também em Batatais, neste domingo (9) às 15h, com transmissão ao vivo pelo YouTube.

Depois, o corpo será levado para Ribeirão Cascalheira, em Mato Grosso, onde será velado, a partir de segunda-feira (10). Em seguida, irá para São Félix do Araguaia, onde o bispo realizou o seu trabalho missionário. Haverá um velório seguido de sepultamento.

Em 2017, a TV Brasil exibiu, em três episódios, a série Descalço sobre a Terra Vemelha, onde narra a trajetória de Casaldáliga, no Brasil. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
Don`t copy text!