Queixas de clientes de telecomunicações caíram 15%

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


O número de reclamações registradas no primeiro semestre na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) caiu 15,6% em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com os dados divulgados ontem (8) pela agência, de janeiro a junho deste ano foram recebidas 1,49 milhão de reclamações nos canais de atendimento. No ano passado, no mesmo período, foram 1,76 milhão de reclamações.

A telefonia móvel foi o serviço que mais recebeu queixas. Foram 701,5 mil reclamações no semestre, percentual de 46,9% do total. Em seguida, vem a telefonia fixa, que recebeu 22,5% do total de queixas, com 337,1 mil reclamações. Em terceiro, a banda larga fixa recebeu 246,7 mil reclamações, cerca de 16,5% e a TV por assinatura 194,8 mil queixas, aparece em quarto com 13% do total de reclamações

Segundo a agência, em seis meses, a TV por assinatura registrou queda de 20,4% nas reclamações em relação ao mesmo período de 2017; a telefonia móvel registrou uma redução de 17,5% nas queixas; a telefonia fixa registrou diminuição de 14,6% nas reclamações e a banda larga fixa registrou decréscimo de 8,7% das queixas.

Empresas
Na telefonia móvel, a TIM foi a empresa que mais recebeu reclamações, com 280,1 mil queixas. Já na telefonia fixa, a Oi foi quem recebeu o maior número de reclamações, com 171,1 mil chamadas. Na TV por assinatura, a Net e a Sky receberam o mesmo número de reclamações, mais de 70 mil cada uma. Quanto à banda larga fixa, a Oi também aparece na frente, com 90 mil reclamações no semestre.

A Anatel recebe as reclamações pelos seguintes canais de atendimento: pelo telefone 1331, pelo Fale Conosco, pelo aplicativo Anatel Consumidor e presencialmente na Sala do Cidadão. As empresas têm o prazo de cinco dias úteis para dar resposta ao consumidor. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE