Golpe do falso sequestro: idosa quase transfere R$ 3 mil para conta bancária de bandidos em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Uma mulher de 75 anos, moradora do bairro Nossa Senhora das Graças, procurou uma equipe policial na tarde de quinta-feira (09) e contou que recebeu uma ligação telefônica, em que o interlocutor falava de forma ameaçadora, que havia sequestrado sua filha e que para soltá-la a solicitante deveria fazer uma transferência para uma conta bancária indicada por ele.

A vítima relatou ainda que disse ao homem que só possuía a quantia de R$3.000,00, ficando definido que ela faria a transferência deste valor. Porém, logo a seguir, a sua filha, suposta sequestrada pelo autor da ligação, chegou em casa, ficando constatado que o autor tentava aplicar um golpe na vítima. Portanto, a transferência bancária não chegou a ser concluída.

A vítima não soube informar o número do telefone do autor que lhe fez a ligação, mas passou aos policiais o nome e o número da conta bancária indicada por ele, para receber a transferência.

A ação do interlocutor descrita pela vítima trata-se do conhecido “Golpe do Falso Sequestro”, sendo um dos tipos de golpe geralmente aplicados por infratores através de ligações telefônicas.

A PM orienta aos cidadãos a se manterem atentos quanto a este e outros golpes por telefone. As pessoas que receberem este tipo de ligação não devem fazer transferências bancárias e nem passar dados pessoais. Devem permanecer calmas e tentar extrair o máximo de informações possíveis dos infratores, acionando a Polícia Militar o mais rápido possível.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!