Aumenta para sete o número de mortos em consequência do temporal no Rio

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Morreu, na noite de ontem (8), no Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, Áureo Ribeiro da Paz, 64 anos, vítima de um deslizamento de terra sobre a casa da família, em Barra de Guaratiba, zona oeste do Rio, em consequência do temporal da última quarta-feira (6) no Rio de Janeiro. Com a morte de Áureo, subiu para sete o número de óbitos em consequência do temporal.

A mulher e um dos filhos de Áureo morreram soterrados na casa da família. Isabel Martins da Paz, e o filho Mauro Martins da Paz foram enterrados na quinta-feira (7), no Cemitério Jardim da Saudade, em Paciência, zona oeste do Rio.

O outro filho do casal, Arthur Martins da Paz, permanece internado no mesmo hospital onde estava o pai. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o quadro de saúde dele é considerado estável.

Na Restinga da Marambaia, que fica perto de Barra de Guaratiba, a ventania no dia da chuva chegou a atingir 116 quilômetros por hora (km/h). De acordo com meteorologistas, a partir de 118 km/h já é possível considerar que se trata de um tornado. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!