Governo do Japão quer revisar lei de controle de doenças contagiosas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O governo japonês está tentando revisar a lei de controle de doenças contagiosas com o intuito de conceder a governos regionais autoridade legal para solicitar que portadores do coronavírus fiquem de quarentena.

Centros públicos de saúde estão atualmente pedindo a cidadãos que contraíram o vírus que compartilhem informações como suas possíveis rotas de infecção, e que se isolem em casa ou numa instalação estipulada para este fim.

Contudo, segundo relatos, um número crescente de portadores está se recusando a cooperar com a solicitação. O governo espera que uma revisão da lei ajude a resolver o problema.

O governo está considerando acrescentar provisões que serviriam como base legal para que governadores de províncias possam solicitar que pessoas infectadas com o vírus fiquem de quarentena. Caso essas pessoas se recusem a fazê-lo, os governadores poderiam então solicitar que elas se internem num hospital e paguem por suas próprias despesas.

O governo também deverá estudar se a planejada revisão vai ou não estimular punições para aqueles que se recusarem a ser hospitalizados e para aqueles que mentirem ou se recusarem a participar de pesquisas dos centros públicos de saúde.

Na quinta-feira, o secretário-chefe do gabinete do governo japonês, Kato Katsunobu, disse que o governo vai pedir a opinião dos partidos governistas e de oposição, e se esforçar para que uma revisão seja apresentada durante uma futura sessão parlamentar. A próxima sessão da Dieta será realizada no dia 18 de janeiro. Com informações da TV NHK do Japão

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!