Maternidade e vida profissional em harmonia

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Filósofa por formação, doceira, biscoiteira e romântica. É assim que a mineira Natali Lima dos Santos Oliveira, 37 anos, mãe do José (5) e casada com Alan se descreve. Natali trabalhou como agente de viagens por 14 anos, mas foi em meio à pandemia, que ela despertou seu lado empreendedora, movida pela vontade de conciliar melhor a maternidade e a vida profissional.

Situada em Muriaé, na região da Zona da Mata mineira, a Cestas & Mimos surgiu em 2020 “por amor e para levar amor”, como descreve a empreendedora. Com um toque de afeto, Natali monta as cestas com produtos artesanais como pães, biscoitos, geleias e bolos. “Sou as mãos por trás das cestas! Escolho pessoalmente cada detalhe dos itens e materiais usados, mas tenho uma equipe que abraçou a minha causa. São eles que me escutam, opinam, criam as artes e conseguem colocar no papel aquilo que eu sonho”, ressalta a empreendedora.

Natali conta que sempre batalhou muito e se equilibrava entre a maternidade e o trabalho, mas, durante a pandemia, entendeu que precisava estar mais presente para o filho e queria mais para si mesma. “Conversando com uma grande amiga, surgiu a ideia das cestas, que eu já havia pensado há 18 anos. Queria algo diferente e afetivo”. Trabalhando em home office, ela começou a fazer pães artesanais para vender e, em novembro, pediu demissão do emprego, pois estava rejeitando encomendas e não tinha quem cuidasse do filho, já que o marido trabalha em tempo integral. A partir daí, Natali mergulhou de cabeça no mundo do empreendedorismo.

Por cerca de três anos, ela conciliou a profissão de agente de viagens com o interesse pela culinária. Com o nascimento do filho, começou a vender doces, bolos de pote e salgados, mas teve que parar e se dedicar apenas ao trabalho na agência. Hoje, Natali consegue realizar dois sonhos: cuidar do filho em tempo integral e trabalhar com o que mais ama: cozinhar.

“Enfrento muitos desafios como mãe e dona do próprio negócio. Cuido da casa, do ensino remoto do meu filho, atendo os clientes, monto as campanhas, entro em contato com fornecedores e monitoro as redes sociais da Cestas & Mimos. Trabalho infinitamente mais que antes, porém, é uma satisfação imensa receber cada mensagem de gratidão e reconhecimento dos clientes. Desde que comecei com a empresa, mantive minha renda mensal. Agora que a marca está mais conhecida, a renda dobrou”, destaca a empreendedora que pretende se formalizar em breve.

Para o futuro, Natali quer montar uma equipe em sua empresa, abrir um café ou uma loja de cestas e, a partir daí, gerar empregos. “Sonho alto e sempre penso em auxiliar outras mães que querem ter o próprio negócio, mas que também precisam estar com os filhos. Na produção das cestas, priorizo ajudar outras artesãs e mulheres, por meio de parcerias”. Com informações da Assessoria de Imprensa do Sebrae-MG.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!