Trio preso por furtar gado em fazenda de Abaeté; animais foram encontrados em Carmo do Cajuru

Militares da Patrulha Rural do 23° Batalhão de Polícia Militar em Carmo do Cajuru, receberam denúncia anônima na noite de quinta-feira (07) dando conta de que um caminhão boiadeiro estaria atolado em uma região rural da cidade.

Os militares de Carmo do Cajuru então deslocaram imediatamente para as proximidades do local da denúncia, localizando o caminhão denunciado em um frigorífico, carregado com 17 cabeças de gado da raça Tabapuã, animais de exposição de alto valor de mercado.

Após diversas diligências, os policiais constataram fraude na Guia de Trânsito Animal (GTA) que estava na posse do motorista do caminhão, fato este que levantou ainda mais suspeitas sobre a origem do gado.

Diante da situação, foi realizado contato com militares da cidade de Abaeté, pertencentes ao 7º Batalhão de Polícia Militar, que também não mediram esforços para auxiliar na ocorrência, vindo a localizar a fazenda em que as cabeças de gado haviam sido furtadas.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao condutor do caminhão pelo crime de furto e utilização de documento falso, sendo ele conduzido ao plantão da Delegacia de Polícia Civil para continuidade das providências policiais.

Durante os trabalhos na Delegacia, a Polícia Militar conseguiu realizar a prisão dos outros dois autores, resultando, então, na prisão dos três autores de 62, 53 e 43 anos.

PMMG/Divulgação

Além das 17 cabeças de gado de alto valor apreendidas, a Polícia Militar apreendeu o caminhão Mercedes Benz utilizado na prática criminosa.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!