Polícia Civil prende em Betim dois suspeitos de sequestrar família de segurança e roubar banco em Igaratinga

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Equipes do Departamento de Combate ao Narcotráfico e da Delegacia Regional da Polícia Civil de Para de Minas prenderam dois suspeitos de participação no sequestro da família de um segurança e de roubar uma agência Sicoob no município de Igaratinga. Na ação os agentes da Polícia Civil também apreenderam dinheiro, aparelhos celulares, arma e munições.

A informação é do Delegado Thiago Saraiva que responde pela Delegacia Regional da Polícia Civil de Pará de Minas, mas já pediu para deixar esta função. Ele acrescenta que as prisões dos dois suspeitos ocorreram após intenso trabalho de investigação ao longo desta terça-feira, 8 de janeiro.

Os dois indivíduos, uma mulher de 20 anos e uma homem de 22 anos, estão sendo autuados em flagrante nesse momento e depois serão encaminhados para um presidio. O delegado disse que outros detalhes sobre as prisões serão repassadas posteriormente pela Polícia Civil, que prosseguirá com as diligências para identificar os demais envolvidos no sequestro e roubo ocorrido em Igaratinga.

O fato foi registrado por policiais militares na manhã desta terça-feira, 8 de janeiro, no município de Igaratinga, em uma agência Sicoob, localizada na Rua Deraldo Nunes, Centro.

Quando militares chegaram ao local não havia mais ninguém, Foi apurado que na noite de segunda-feira (7), por volta de 20 horas, o segurança da agência, sua esposa de 61 anos e seu filho de 26, foram feitos reféns. E na manhã de terça-feira (8), por volta das 7 horas, os autores deslocaram até a agência com o segurança e obrigaram a entrar no banco e fazer contato com a tesoureira, para que ela fizesse o saque em dinheiro, não se sabendo ainda o montante roubado pelo bando.

Em princípio, participaram da ação, quatro marginais, sendo três homens e uma mulher. Os indivíduos estavam armados com três revólveres pequenos, sendo um inox e uma pistola. O revólver do segurança foi levado com mais cinco munições.

Após o crime, os autores fugiram no veículo do segurança, um Honda Civic, com os familiares da vítima. O veículo foi posteriormente localizado abandonado às margens da BR-262 entre Igaratinga e Pará de Minas e a família do vigia foi libertada em Ribeirão das Neves com suas integridades físicas intactas.

Equipes da Polícia Militar e da Polícia Civil continuaram em rastreamento na tentativa de identificar e prender os autores da extorsão mediante sequestro em uma agência Sicoob em Igaratinga. Dois já foram presos por agentes da Polícia Civil.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!