Pará de Minas: mulher de 64 anos e jovens detidos por envolvimento com furto e receptação


O registro foi feito no Residencial Capanema, em Pará de Minas, na tarde de domingo, 7 de janeiro, quando militares prenderam uma mulher de 64 anos e um jovem de 18, apreendendo dois adolescentes de 13 anos, envolvidos em furto e receptação. Foram recuperados uma televisão e um aparelho DVD, furtados de uma residência do bairro Prefeito Walter Martins Ferreira no dia 4 de janeiro de 2017.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A vítima, uma Senhora de 61 anos, disse aos militares ter recebido informações indicando que os aparelhos de TV e DVD, furtados de sua residência estavam na casa da vizinha de 64 anos, localizada na rua Vereador Silvio Francelino Gonçalves.

Ainda segundo a vítima, a vizinha de 64 anos devolveu os dois aparelhos furtados, sendo que um jovem e dois adolescentes estariam envolvidos no furto.

Um jovem de 18 anos e dois adolescentes de 13 anos confessaram aos policiais terem furtado o material e vendido para a receptadora, de 64 anos, por R$ 150, pois a mulher sabia que os objetos eram furtados.

A idosa de 64 anos admitiu ter comprado os materiais dos autores pelo valor citado, mas que não sabia que eram furtados e assim que tomou conhecimento de que eram produto de furto, os devolveu à proprietária.

As filhas da mulher de 64 anos disseram que ela tem problemas psiquiátricos e toma remédios controlados. A receptadora e os autores do furto foram encaminhados para a Delegacia Regional de Polícia Civil em Pará de Minas, juntamente com o material apreendido.

Dica da Polícia Militar
A Polícia Militar orienta aos cidadãos a se cercarem de cuidados ao comprar materiais usados, averiguando sua origem, confirmando a existência de nota fiscal, para evitar o risco de responderem pelo crime de receptação ou receptação culposa, art. 180 do Código Penal e seus parágrafos. Na modalidade de receptação culposa, o comprador, a princípio, responde pelo crime, ainda que não tenha conhecimento de que o material era furtado. Em casos de suspeita que materiais oferecidos sejam produtos de crime, a Polícia Militar deve ser acionada imediatamente para verificar a situação.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!