PC de Pará de Minas indicia idoso por abandono e atropelamento de cão

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu a investigação de um caso de abandono de filhote de cão que comoveu e movimentou as redes sociais em Pará de Minas. O crime aconteceu no dia 30 de outubro deste ano.

Durante as investigações, foi apurado que o suspeito, um homem de 81 anos, teria abandonado o cão em via pública e, logo em seguida, fugido do local, passando com as rodas do veículo que conduzia sobre o animal. O homem não teria prestado qualquer tipo de socorro ao animal ao notar o atropelamento.

Câmeras do sistema de segurança de uma residência próxima flagraram o momento do crime. As imagens rapidamente tomaram as redes sociais do município. Denúncias anônimas foram recebidas pela Polícia Civil, que deu início às investigações. Após a análise das imagens e de outros elementos de prova, os policiais civis identificaram o suspeito.

O investigado negou o crime. Porém, com base em todas as provas colhidas no inquérito policial, não restaram dúvidas aos investigadores sobre a participação dele. O animal foi socorrido e atendido em uma clínica da cidade, onde recebeu todos os cuidados e sobreviveu ao atropelamento.

A Polícia Civil lembra que o crime de maus-tratos a animais teve a pena aumentada recentemente pela “Lei Sanção”, podendo chegar de 1 a 5 anos de reclusão.

O inquérito policial será encaminhado à Justiça Pública com o indiciamento do suspeito. Com informações da PCMG

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!