Pesquisa da Embrapa sobre isolamento de ácidos é destaque em revista científica internacional

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A capa de junho da revista científica Separation Science Plus (SSC plus) foi dedicada a um estudo desenvolvido por pesquisadores da Embrapa Agroindústria Tropical(Fortaleza, CE) e da Universidade Federal do Ceará (UFC) sobre o isolamento de ácidos presentes no Líquido da Casca de Castanha de Caju (LCC). A publicação internacional trata dos principais avanços científicos observados na preparação de amostras para cromatografia, técnica analítica usada na identificação de substâncias e separação de misturas.

Os ácidos anacárdicos são uma classe de substâncias com interesse para a indústria farmacêutica por apresentarem atividade antioxidante, antimicrobiana, antitumoral e antiparasitária. Cerca de 65% da composição do LCC é constituída por ácidos anacárdicos, o que faz desta a fonte natural mais abundante da substância.

No artigo que ilustra a capa da revista, intitulado “Produtividade de um isolamento de ácidos anacárdicos do Líquido da Casca da Castanha de Caju por cromatografia líquida de alta eficiência preparativa”, os cientistas brasileiros mostram como estabeleceram os parâmetros para isolamento, em escala preparativa, das substâncias. Veja aqui

Foram estabelecidos parâmetros como o consumo de solvente, a produtividade, rendimento, recuperação, pureza e saturação para o que os cientistas chamam de escala preparativa. Diferente da escala usada para análises laboratoriais, medida em microgramas, na escala preparativa as quantidades mudam para centenas de miligramas – quantidade de substância suficiente para o desenvolvimento de padrões para controle de qualidade e testes biológicos.

Além de aumentar a escala, os pesquisadores dobraram a produtividade em grama por hora (com pureza acima de 95%), diminuindo em 50% o consumo de solvente.  Os resultados incluíram o desenvolvimento dos padrões para controle de qualidade utilizando equipamentos de cromatografia líquida de alta pressão.

O método de quantificação e de isolamento desenvolvido na Embrapa é o primeiro passo para o aproveitamento dos ácidos anacárdicos, que atualmente não estão disponíveis no mercado. “A obtenção desses padrões de forma reprodutível é uma etapa importante para viabilizar o aproveitamento dessas substâncias em diversos fins”, esclarece o pesquisador Edy Brito, autor do artigo. Os padrões desenvolvidos servirão como modelo para controle de qualidade em diferentes estudos, inclusive para possíveis futuras explorações comerciais. Além de Edy Brito, assinam o artigo os cientistas Francisco Oiram Filho, Guilherme Zocolo, Kirley Canuto e Ivanildo da Silva Junior.

A pesquisa foi tema de matéria publicada no boletim da Agência Embrapa de Notícias, na edição da segunda semana de maio. Veja aqui

SSC Plus
A revista publica artigos científicos sobre os mais recentes desenvolvimentos em preparação de amostras e métodos de aplicação de cromatografia. O periódico, revisado por pares, está disponível na Wiley Online Library. As edições são publicadas mensalmente e compreendem cerca de 200 artigos por ano. Com informações da Embrapa

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!