Seleção Brasileira chegou a final da Copa América por mérito, diz Alex Sandro

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O lateral brasileiro Alex Sandro está aguardando na final da CONMEBOL Copa América Brasil 2019 por um Peru diferente daquele que derrotou por 5×0 na fase de grupos, e mesmo admitindo que a pressão cai sobre o Brasil como dono da casa, ele disse que eles vão saber como lidar com isso.

“Estamos bem, é normal ter queixas, ter pressão, mas se houve pressão, a pressão nos trouxe até aqui. Acho que estamos acostumados à pressão, crescemos com a pressão, quanto mais pressão houver, melhor para nós”, disse o jogador da Juventus.

O Brasil nunca perdeu uma Copa América da CONMEBOL quando recebeu o torneio e espera que desta vez não seja a exceção. O Peru, por sua vez, volta à final do torneio depois de 44 anos. O jogo acontecerá neste domingo no Maracanã, no Rio de Janeiro.

“Cada jogo é uma história”, disse o jogador, que considerou que, assim como a Argentina tinha as suas qualidades – e foi eliminada nas semifinais -, o Peru também tem as suas.

” A gente está trabalhando nisso, estudando o adversário para poder ter uma boa estratégia”, explicou Alex Sandro em uma parada de seus treinamentos na Granja Comary do Rio de Janeiro, sede da Verdeamarela.

“Se o Peru chegou à final, todos os méritos são deles. É uma equipa que cresceu durante a competição, tal como nós. Acho que as duas equipes que chegaram o fizeram por mérito”, acrescentou.

Alex Sandro concordou com as declarações de seu rival, o peruano Paolo Guerrero, que disse que em uma final não há favoritos. “Concordo com ele porque tudo pode acontecer na final. Se há favoritismo, é na imprensa, nos fãs. O Peru cresceu muito, eles estão mais atentos do que o jogo que tivemos contra eles”, disse ele.

E acrescentou que “é uma emoção especial jogar no Maracanã”. É o sonho de todas as crianças, é aí que começa o sonho de todos os jogadores. “Vai ser uma final especial”, disse ele. Brasil e Peru decidem o título da Copa América neste domingo, 7 de julho, às 17 horas, no Maracanã, no Rio de Janeiro. Com informações da CONMEBOL

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!