Réver quer escrever nova história vitoriosa no Galo

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Deixar de lado as conquistas do passado e buscar novos títulos com a camisa alvinegra. Esse é o objetivo do zagueiro Réver, apresentado oficialmente pelo Atlético na tarde desta segunda-feira, na Cidade do Galo.

“O que construímos aqui no Atlético naquele período foi fantástico, mas a gente não pode se apegar tanto ao que fizemos, até porque a vida segue e o futebol é muito dinâmico. Estou aqui novamente para editar uma nova história, esse é o meu maior objetivo. O que fizemos já passou, é legal o reconhecimento, mas o torcedor não quer só isso, assim como o jogador. Você tem que estar no dia a dia, competição a competição, demonstrando o seu maior interesse, objetivos, para que você possa marcar o nome ainda mais na história do Clube. Esse é o meu desejo, essa é minha motivação”, disse o defensor, que recebeu a camisa das mãos do diretor de futebol do Clube, Marques Abreu.

Réver elogiou a forma com que o presidente Sérgio Sette Câmara conduziu a negociação para o seu retorno.

“O negócio foi muito bem conduzido, de ambas as partes, principalmente pelo presidente, que teve uma abordagem muito maneira, legal. Não teve como não voltar, passa sempre um filme na cabeça. A partir do momento em que o meu empresário acabou falando dessa possibilidade, deu um estalo e pensei que não poderia deixar de aceitar. Como disse, minha família é feliz aqui, sou feliz, então, tudo cooperou para o bem e para que eu pudesse voltar”, comentou.

Réver disse ter se emocionado com a demonstração de carinho da torcida atleticana quando veio enfrentar o Galo em Belo Horizonte.

“Vim jogar aqui no Mineirão, contra o Atlético, e a torcida acabou me surpreendendo. Quando você vai jogar contra o seu ex-clube, você é sempre ovacionado, mas pelo lado negativo. E, no momento do aquecimento, a torcida começou a gritar meu nome. Isso me marcou muito e também marcou os companheiros que estavam ao meu lado. Fiquei sem reação e não sabia o que fazer para retribuir aquele carinho. Voltamos ao vestiário para iniciar a partida e pessoas, diretores e até mesmo o treinador, brincaram comigo sobre o que tinha acontecido ali, dizendo que nunca tinham visto isso. Então, na minha cabeça, passou um sentimento de amor que é inexplicável. Conquistei títulos em outros lugares e não foi dessa maneira. Marcou muito o que a torcida do Atlético fez para mim nesse dia, nesse jogo, e é algo fora do comum. Isso mostra o amor e o respeito que o torcedor atleticano tem por mim e como fui querido aqui. Espero que, nesse meu retorno, eu possa retribuir todo esse carinho com grandes atuações, gols e, principalmente, títulos”, destacou o zagueiro. Com site do Atlético-MG

PUBLICIDADE
Don`t copy text!