Indiciados suspeitos de usar perfil falso em rede social para difamar prefeito e gestão de município mineiro

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) em Ipaba, região do Rio Doce, concluiu inquérito policial e indicou três suspeitos pelo crime de difamação, previsto no artigo 139 do Código Penal, e pelo crime de perseguição, previsto no artigo 147-A do Código Penal, cujas penas, somadas, podem chegar a 3 anos de prisão.

Por meio de investigações realizadas pela Agência de Inteligência da Delegacia Regional em Ipatinga, foi constatado que os três suspeitos — de 27, 31 e 52 anos — usaram um perfil falso em uma rede social para difamar e perseguir o prefeito da cidade e a gestão da administração pública municipal desde 2020.

Os suspeitos são da mesma família e funcionários da prefeitura.

O inquérito policial foi encaminhado ao Poder Judiciário, onde serão adotadas as demais providências pelo Ministério Público para responsabilização criminal dos indiciados.

A investigação foi realizada pela equipe da Delegacia em Ipaba com o apoio da Agência de Inteligência da Delegacia Regional de Polícia Civil em Ipatinga. Com informações da PCMG.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!