Zema anuncia R$ 8 milhões para reforma de escola em Juiz de Fora

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O governador Romeu Zema anunciou ontem (5), em Juiz de Fora, na Zona da Mata, a liberação de R$ 8 milhões para restauro e reforma da Escola Estadual Delfim Moreira. O prédio histórico, do século XIX, foi interditado em 2013 pela Defesa Civil devido ao seu estado de conservação precário. A obra será realizada pelo Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER/MG) e terá prazo de execução de aproximadamente dois anos. Em mais um “Giro pelo Estado”, Zema ainda cumpriu diversas agendas de trabalho no município.

“É um momento de extrema satisfação visitar essa escola tão tradicional, quase um monumento histórico da cidade, e anunciar que apesar de todas as dificuldades do Estado que temos enfrentado, conseguimos milagrosamente, vale lembrar, uma verba de R$ 8 milhões para a reforma dessa unidade, que sei que é simbólica para Juiz de Fora. Espero que, em breve – vai levar um tempo porque aqui é uma obra de arte -, eu e a secretaria Julia (de Educação) tenhamos o prazer de voltar aqui para entregar para a diretora e o prefeito essa escola funcionando novamente”, ressaltou o governador.

A secretária de Educação, Julia Sant’Anna, destacou a atenção da atual gestão em investir e retomar a qualidade do ensino no Estado. “Esse governo vem tomando medidas duras e complicadas, mas o foco é sempre atender a prioridade da aprendizagem do aluno. O momento que a gente comemora é das pequenas e expressivas conquistas desse governo em prol da aprendizagem desses alunos. Muito além disso, o reconhecimento do patrimônio histórico mineiro e do município de Juiz de Fora”, disse.

Tombado pelo patrimônio histórico municipal, o prédio foi construído para ser residência da família imperial. Em 1907, passou a abrigar escolas estaduais. A escola Delfim Moreira possui 1.027 alunos em 33 turmas e está funcionando, desde 2013, em um prédio alugado. A diretora da escola, Letícia Botelho Natalino, comemorou o investimento na reforma do prédio.

“É uma escola muito importante e para os nossos alunos e servidores vai ser muito bom voltar para cá. Estar fora do prédio foi um período de muita luta, que a gente está se reerguendo em uma situação provisória, tentando conviver em uma situação que ainda não é a adequada, mas a gente tem uma ideal para voltar, então estamos muito agradecidos”, afirmou a diretora.

O prefeito de Juiz de Fora, Antônio Almas, também destacou o investimento do Estado em uma área tão importante. “O senhor (governador) está apostando naquilo que, na verdade, transforma um país em uma grande nação, que é a educação. Queremos agradecer pelo anúncio e pela concretização desse sonho”.

Giro
Em mais uma edição do “Giro pelo Estado”, Romeu Zema cumpriu extensa agenda de trabalho em Juiz de Fora. O governador esteve acompanhado dos secretários de Estado de Governo, Custódio Mattos, de Saúde, Carlos Eduardo Amaral e de Desenvolvimento Social, Elizabeth Jucá, além da secretária de Educação, Julia Sant’Anna. Os deputados estaduais Noraldino Júnior e Laura Serrano também participaram de algumas das agendas com o governador.

Pela manhã, visitou a Superintendência Regional de Saúde, onde conheceu a estrutura, os serviços realizados e conversou com os profissionais. O governador também se reuniu com mais de 40 prefeitos e lideranças políticas da região para apresentar um balanço dos seis meses de governo e ouvir as demandas dos municípios. No almoço, foi a vez de conversar com cerca de 100 lideranças de entidades e empresários da região para apresentar propostas do governo para tornar a gestão mais eficiente e conhecer as principais dificuldades de diferentes setores.

“Os prefeitos estão relativamente satisfeitos com o meu governo, pois estão pelo menos recebendo o que é de direito deles. Não assumi o governo para transferir a responsabilidade para os prefeitos como governo anterior estava fazendo. Mas a grande questão que existe em Minas e em Juiz de Fora é a necessidade de gerarmos mais emprego. Nos últimos anos, Minas se tornou estado hostil a quem investe”, afirmou Zema.

Na parte da tarde, o governador ainda visitou o Núcleo Travessia, na Vila Olavo Costa, onde são oferecidos diversos serviços do governo e atende, em média, 800 pessoas por mês. O núcleo busca garantir acesso à cultura, ao esporte e lazer, com a realização das seguintes atividades permanentes: Centro de Referência de Assistência Social (Cras); Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – ADRA/SDS – Jovens 15 a 17 anos;, Programa Fica Vivo! e Mediação de Conflitos; alfabetização de adultos e idosos – parceria com Secretaria de Educação; Brinquedoteca: incentivo à leitura, reforço escolar e recreação; confecção de currículos e inscrição para concursos; cópias reprográficas de documentos para população em situação de vulnerabilidade; horta comunitária e paisagismo. Com Agência Minas

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!