Taiwan introduz licença-vacinação e pessoas imunizadas podem tirar 2 dias de folga do trabalho

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Autoridades de Taiwan introduziram a licença-vacinação, permitindo que quem foi vacinado contra o coronavírus tire dois dias de folga do trabalho.

A medida passou a valer imediatamente na quarta-feira. Empregados e servidores públicos podem, agora, tirar licença no dia em que foram inoculados e também no dia seguinte, desde que apresentem um comprovante de vacinação.

Empregadores não podem recusar o pedido ou tratar os requerentes de maneira desfavorável, como, por exemplo, despedi-los. Por outro lado, eles não precisam conceder licenças pagas.

O programa de inoculação teve início em Taiwan no final de março. Os trabalhadores de saúde foram os primeiros a serem vacinados. Desde então, o programa foi expandido até outros grupos prioritários, incluindo profissionais de cuidados. No entanto, até a terça-feira (4), somente 0,3% da população, perfazendo cerca de 68 mil pessoas, haviam recebido a primeira dose da vacina.

As autoridades pedem à população que se inscreva para ser vacinada, com o objetivo de acelerar o ritmo do programa. Com informações da TV NHK do Japão

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!