Deputados discutem fim da obrigatoriedade do ensino de Filosofia e Sociologia

A investigação daquilo que é da ordem das questões humanas encontra na Filosofia e na Sociologia campos férteis. No entanto, o ensino das disciplinas, no Brasil, foi historicamente atravessado pela instabilidade, sobretudo na rede pública.

Para debater o tema, a Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia realiza audiência pública nesta quinta-feira (5), a partir das 14h30, no Auditório da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O pedido da reunião é da presidenta da comissão, deputada Beatriz Cerqueira (PT).

A educação básica é constituída por três etapas: educação infantil, ensino fundamental e ensino médio. As disciplinas de Filosofia e Sociologia foram implementadas, no País, na primeira metade do século XX. Mas, de acordo com informações do Ministério da Educação, estiveram, por quase 40 anos, ausentes no currículo do ensino médio. Elas haviam sido retiradas em 1971, durante o regime militar, e substituídas por educação moral e cívica. Com ALMG

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!