Juiz expede alvará de soltura para acusado de tentar matar a ex-mulher em São José da Varginha

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


O julgamento do acusado, de 29 anos, foi realizado na quinta-feira, 4 de outubro, no Fórum de Pará de Minas, presidido pelo juiz Leonardo Vieira Damasceno que determinou pena de dois anos e seis meses. O crime aconteceu na avenida Brasil, bairro São Francisco, em São José da Varginha.

O casal viveu junto durante sete anos e estavam separados há um mês na época dos fatos. De acordo com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), o acusado não se conformava com a separação e os dois iniciaram uma discussão, sendo que a mulher foi atingida com dois golpes de faca.

A advogada Arlinda Auxiliadora da Silva Loredo explicou que o seu cliente é inocente do crime de tentativa de homicídio, já que não atacou a ex-mulher, mas durante uma  luta corporal entre os dois, a vítima  acabou se ferindo com a faca. A mulher confirmou que houve a briga e que ela pegou a faca para desmanchar um berço. Os jurados acolheram a tese da defesa desclassificando o crime de tentativa de homicídio para lesão corporal.

O promotor de Justiça Renato Vasconcelos aceitou a decisão dos jurados e disse que não pretende recorrer da sentença.

O juiz Leonardo Vieira Damasceno expediu o alvará de soltura já que o  réu já cumpriu dez meses da pena e pode recorrer em liberdade. Ele saiu do fórum acompanhado pela família.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE