Robôs em hospital italiano reduzem contato direto de médicos com pacientes

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Robôs têm ajudado profissionais do setor de saúde na Itália a reduzir o risco de infecções por coronavírus. O país tem sido um dos mais duramente afetados pelo surto da doença.

Seis robôs em um hospital na região norte da Lombardia têm reduzido o contato direto de funcionários do local com pacientes e os ajudado a poupar equipamentos de proteção como máscaras.

Controladas remotamente, as máquinas são equipadas com câmeras para ajudar médicos a examinar pacientes.

Os robôs conseguem mensurar a respiração, pressão sanguínea e o batimento cardíaco dos pacientes. Eles também são capazes de responder perguntas simples.

Um médico do hospital disse que funcionários estão satisfeitos com o trabalho dos robôs porque ele reduz o risco de infecções no local.

Mais de 9,5 mil profissionais do setor de saúde contraíram o coronavírus na Itália. Ao todo, o país já registrou 124 mil infecções e 15 mil mortes, o maior número no planeta. Com informações da TV NHK do Japão

PUBLICIDADE
Don`t copy text!