Parlamentares mineiros defendem financiamento internacional para ferrovias

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Uma visita à China do diretor-presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Sérgio Suchodolski, na segunda semana de julho, é a nova esperança de recursos financeiros para investimentos na infraestrutura ferroviária de Minas Gerais. A questão foi discutida em reunião realizada na terça-feira (2) pela Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Suchodolski, que já foi diretor de Estratégia do Novo Banco de Desenvolvimento, sediado em Xangai (China), volta ao oriente para negociar novas linhas de crédito com o Banco de Desenvolvimento da China e o Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura.

Por iniciativa da deputada Marília Campos (PT), a Comissão Pró-Ferrovias aprovou requerimento solicitando ao BDMG que busque, nos entendimentos com os chineses e outras instituições internacionais, linhas de créditos específicas para projetos ferroviários para transporte de carga e de passageiros, em Minas Gerais.

Um dos convidados da reunião, o gerente de Negócios do BDMG, Ronaldo Santana, confirmou que os contatos com instituições financeiras chinesas são uma busca por novas perspectivas de financiamento para Minas, em especial na área de infraestrutura.

O debate sobre possíveis novos investimentos ferroviários no Estado foi o tema da reunião realizada nesta terça. Um dos convidados foi o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), Roberto Simões, que cobrou maior empenho do Governo do Estado na busca de investimentos e financiamentos para projetos de infraestrutura em Minas.

O presidente da Faemg afirmou que os grandes projetos nacionais de infraestrutura têm sido direcionados especialmente para as regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste do Brasil. “Para Minas, nem um mata-burro. E não temos reação à altura. Nossos governadores estaduais ficaram nos devendo uma reação mais firme”, afirmou Simões. Com ALMG

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!