Audiência pública discute criação de parque estadual na Zona da Mata

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Lúcio Lima/IEF

O Governo do Estado de Minas Gerais adiou a assinatura do decreto de criação do Parque Estadual da Serra Negra da Mantiqueira, que abrange os municípios de Lima Duarte, Olaria, Santa Bárbara do Monte Verde e Rio Preto, na Zona da Mata.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Antes que a nova unidade de conservação seja oficializada, a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) pretende discutir, em audiência pública, os seus impactos na vida dos moradores das localidades que serão desapropriadas. A reunião será na próxima quarta-feira (4), às 10h30, no Plenarinho I.

O deputado Duarte Bechir (PSD), que solicitou a audiência, é favorável à criação do parque, mas pondera que é importante escutar as reivindicações dos produtores e pequenos empreendedores atingidos, que tiram da própria terra o seu sustento.

“O objetivo é possibilitar que as pessoas que serão afetadas tenham a oportunidade de promover uma mudança no decreto, por menor que seja, em favor da garantia da sua sobrevivência econômica”, explica.

O parque ocupará uma área de 4,3 mil hectares, em uma região de grande diversidade ambiental, com espécies raras e ameaçadas de extinção. Segundo o Instituto Estadual de Florestas (IEF), além da preservação ambiental, os municípios integrantes da área do parque também serão beneficiados com o aumento do repasse do ICMS Ecológico.

Outros reflexos positivos da unidade de conservação, de acordo com o IEF, serão a geração de emprego e renda, por meio do turismo ecológico sustentável, e a valorização da cultura e dos produtos locais.

Convidados – Foram convidados a participar da audiência o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Germano Vieira, o diretor-geral do IEF, Henri Collet, além de autoridades dos municípios que compõem o parque. Com informações da ALMG

PUBLICIDADE
Don`t copy text!