São Paulo proíbe temporariamente corte de água para pessoas de baixa renda

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Decreto publicado hoje (4) no Diário Oficial do estado de São Paulo isenta do pagamento das contas de água e esgoto usuários enquadrados na categoria residencial social e residencial favela.

A medida é válida para as contas de abril, maio e junho de 2020. Segundo o decreto, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) não poderá suspender e cortar, nesse período, o fornecimento de água para usuários dessas categorias.

O estado de São Paulo registrou até ontem (3) 219 óbitos relacionados ao novo coronavírus. O número é três vezes maior do que o da última sexta (68 mortes). Os casos confirmados também aumentaram substancialmente no período, saltando de 1.223 para 4.048. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
Don`t copy text!