Mulher com CNH vencida é presa por se recusar a mostrar documentos durante blitz na Presidente Vargas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Equipes da 19ª Companhia Independente de Polícia Militar realizaram uma blitz de trânsito na tarde de quarta-feira, 3 de abril, na Avenida Presidente Vargas, bairro Providência, em Pará de Minas.

Durante a fiscalização a condutora de um veículo Chevette preto ao notar a movimentação dos militares parou repentinamente antes do local onde acontecia a blitz.

Na abordagem a mulher de 23 anos alegou que parou porque pretendia entrar em uma casa em frente. Sobre os documentos, disse que não apresentaria aos policiais porque o veículo estava parado, portanto não estaria sujeito à fiscalização.

Os militares pediram por várias vezes o documento, inclusive na frente de testemunhas, mas a condutora continuou recusando e foi presa pelo crime de desobediência.

Durante o registro da ocorrência foi constatado que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) dela está vencida desde julho de 2018.

Ela não apresentou um condutor habilitado em tempo hábil e o veículo foi apreendido. Foi aplicado o Auto de Infração de Trânsito (AIT) e a condutora levada para a Delegacia Regional de Polícia Civil em Pará de Minas.

A Polícia Militar orienta aos cidadãos a adotarem atitude cooperativa e calma nas abordagens, que serão mais rápidas e seguras, para os policiais e para os abordados. O objetivo destas abordagens e operações é gerar segurança à comunidade.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!