Alexandre Gallo apresenta novidades na base do Galo

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


O diretor de futebol do Atlético, Alexandre Gallo, anunciou novidades nas categorias de base do Atlético. Além dos nomes de Marques, para coordenador, e Gustavo Cupertino, para gerente, apresentados anteriormente pelo presidente Sérgio Sette Câmara, a base alvinegra contará com uma equipe de ex-atletas do clube na área técnica e também no trabalho de captação.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

“Não fazemos aqui cabide de emprego. Trazemos profissionais que a gente confia. A confiança, para trabalhar na base, é um fator primordial. Então, a escolha do Marques foi porque se preparou para isso, fez cursos específicos para isso e é um cara que confio bastante e com quem mantive amizade desde quando jogamos juntos aqui no Atlético”, comentou Alexandre Gallo, que explicou a função de Éder Aleixo como coordenador de excelência técnica do projeto Galo Forte.

“A situação do Éder está dentro de um projeto que vi acontecer na Europa e trouxe para cá. Com toda sua excelência, categoria e histórico no clube, ele irá ajudar o Marques a traçar esses perfis de atletas que nós queremos trazer para o Atlético e será uma pessoa que irá flutuar entre as categorias, dentro de um projeto que estamos criando, chamado Galo Forte, que busca qualificar a parte técnica dos nossos atletas. Então, ele estará desde o sub-14 até o profissional dando esta excelência técnica para nossos atletas”, disse o diretor.

Gallo também falou sobre as funções específicas dos observadores técnicos Edgar e Hernani e do coordenador geral de captação, Valdir.

“Eles irão fazer um trabalho de captação na Grande Belo Horizonte. Vou citar o exemplo do Bruno Henrique, um atleta que é daqui e “escapou” nesse meio tempo. Então, vamos monitorar as escolas, tudo que acontece aqui de categoria de base porque esse atleta precisa estar em nosso radar. Então, começamos daqui e vamos estar com observadores técnicos em 15 estados do Brasil, já definidos, para que a gente possa ter uma rede de captação como diferencial, no intuito de trabalhar em cima da qualidade técnica. E o Valdir será o coordenador geral desses observadores em todo o Brasil, uma pessoa que é da minha extrema confiança e que vai buscar esses atletas em outras regiões do país”, relatou.

Por fim, o diretor informou que Neguete fará acompanhamento permanente dos atletas do clube que estiverem emprestados para outras agremiações.

“Ele está ligado ao Bernardo, que é nosso analista de mercado, e vamos ter um relatório específico técnico, físico, fisiológico e médico. Ele vai visitar todos os nossos atletas emprestados, tanto no profissional como na base. Ou seja, nós teremos o controle do nosso ativo, que são os jogadores. Não tem mais aquela de ligar para o clube, perguntar como está o jogador e receber a notícia da maneira que o outro clube quer. Vamos visitar esses atletas, assistindo aos jogos e conversando com a comissão técnica. Esse vai ser o trabalho do Neguete”, descreveu Alexandre Gallo. Com site do Atlético-MG

PUBLICIDADE
Don`t copy text!