Atualizadas definições do Minas Consciente e governo compra testes sorológicos

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Em coletiva virtual, nesta quinta-feira (3), os secretários adjuntos de Saúde, Marcelo Cabral, e de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, falaram sobre as atualizações da semana no Minas Consciente e sobre a aquisição de 20 mil testes sorológicos para covid-19 no nstado. Até o momento, 605 municípios aderiram formalmente ao plano. “Esse número representa 71% das cidades e mais de 14 milhões de mineiros”, ressaltou Passalio.

As macrorregiões com mais municípios que fazem parte do plano são Norte, com 98% de adesão; Centro-Sul, com 94%; Triângulo Sul, com 89%; e Sudeste, com 82% de adesão. O secretário adjunto destacou o avanço do Norte para a onda verde. A Noroeste, por sua vez, retorna à onda vermelha.

Testes
Os investimentos da Secretaria de Saúde (SES-MG) para ampliação da testagem para covid-19 também foram destacados na coletiva. “O Estado adquiriu 20 mil testes sorológicos, produzidos por pesquisadores da UFMG e da Fundação Oswaldo Cruz. Os kits protótipos, feitos com materiais nacionais, vão possibilitar a análise de anticorpos de forma mais barata e mais precisa”, explicou Marcelo Cabral.

A principal diferença desses materiais para os testes rápidos usados hoje pelo Estado é que a análise é feita em laboratório, o que garante mais qualidade para os resultados. Ainda de acordo com o secretário adjunto de Saúde, o teste sorológico deve ser feito após 14 dias do início dos sintomas e o objetivo é saber se a pessoa desenvolveu ou não os anticorpos para a doença.

“Outra vantagem que podemos mencionar é o preço para produção dos 20 mil kits dos protótipos que serão utilizados pelo estado. O repasse feito foi de R$ 250 mil, o que resulta num valor de teste de R$ 12,50”, destacou. Com Agência Minas

PUBLICIDADE
Don`t copy text!