Uso de "identidades virtuais" no serviço público será debatido em encontro

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Divulgação

De transações bancárias a inscrições em políticas públicas, a cada dia mais serviços são oferecidos pela internet. Um dos desafios para essas atividades online é a identificação das pessoas, uma vez que os perfis e endereços de e-mail, por exemplo, não necessariamente precisam corresponder ao nome do usuário. Para solucionar essa questão, foram criados os certificados digitais, que funcionam como espécie de identidade virtual em diversas atividades.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Nesta semana, Brasília recebe o maior encontro nacional para discutir a aplicação da certificação digital do país, o Certforum 2018. O evento é promovido pelo Instituto de Tecnologia da Informação (ITI) do governo federal, responsável pela gestão da certificação por meio da Infraestrutura de Chaves Públicas (ICP Brasil). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site do encontro.

Na programação, estão previstas apresentações de representantes do Ministério da Educação (MEC) sobre o diploma digital e sobre acervos acadêmicos digitais. Em abril deste ano, o MEC estabeleceu as regras para os diplomas digitais, que passarão a ser obrigatórios nas instituições federais de ensino superior. O objetivo é reduzir fraudes e agilizar a emissão desses documentos.

Outra palestra terá como foco a plataforma de cidadania digital lançada pelo governo federal. A iniciativa foi criada como um canal de interação do governo federal na relação com os cidadãos para o fornecimento de informações, o recebimento de demandas e a oferta de serviços. O cidadão pode ter um login único, que facilita a interação com os serviços do governo, centralizados AQUI.

Além disso, estão programados debates sobre aplicações de certificação digital em postos de gasolina, hospitais e na tecnologia distribuída “blockchain”, utilizada, por exemplo, nas chamadas criptomoedas.

“Neste ano, queremos demonstrar como o certificado digital está se transformando na identidade eletrônica das entidades públicas, das empresas privadas e dos cidadãos brasileiros. Serão dois dias de muitos debates, apresentação de soluções e inovações, além da forte presença do público interessado na tecnologia ICP-Brasil”, afirmou o diretor-presidente do ITI, Gastão José de Oliveira Ramos, à Agência Brasil. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
Don`t copy text!